Consultoria termina avaliação de gestão de ativos do pré-sal

Diagnóstico foi feito para a Unidade de Negócios da Bacia de Santos.

A consultoria Grupo I Can finalizou a avaliação de gestão de ativos da Unidade de Negócios de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UN-BS), da Petrobras. Desde 2019, a UN-BS começou a implementar a gestão de ativos na unidade, que fica no pré-sal, para entender o nível de maturidade da organização e, a partir disso, elaborar ações para as discrepâncias identificadas.

“Com esse panorama traçado, era preciso um diagnóstico de avaliação de gestão de ativos capaz de identificar o atual contexto da organização dentro da abordagem da gestão dos ativos para saber se o caminho percorrido pela UN-BS e do ativo P-69 estava alinhado com os requisitos dos modelos normativos NBR ISO 55001 e Landscape”, explica Tereza Soares, CEO do Grupo I Can e uma das avaliadoras do projeto do diagnóstico.

O engenheiro responsável pelo projeto Luís Aguiar explica que a realização deste tipo de avaliação é importante para manter o negócio competitivo e rentável, balanceando, custo, desempenho e risco.

“Os ganhos com as técnicas de gestão de ativos vão além do financeiro, pois fortalece a marca, atua na sustentabilidade, na segurança, nas competências, nos custos e em todas as áreas da organização para obter o maior valor possível para o negócio, a partir da maneira como estes ativos são gerenciados”, ressalta o engenheiro, que possui a certificação Cama.

De acordo com ele, os resultados da UN-BS e da P-69 apresentados forneceram um alto nível de detalhamento, agindo como um facilitador adicional na elaboração do plano de ação, bem como dos próximos passos a serem dados pela organização.

“Além disso, foram fornecidos insights de manutenção, contendo informações valiosas capazes de promover a revisão na estratégia do planejamento da gestão de ativos não apenas da UN-BS, mas, por abrangência, de toda a Petrobras”, completa Ricardo Blanco, também avaliador do projeto.

Com o foco principalmente nas empresas de energia, nas áreas de petróleo, gás e renováveis, o Grupo I Can também atende toda a cadeia de fornecimentos de empresas de energia, indústria da construção civil, indústria naval e marítima e diversos segmentos de comércio e serviços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Exterior misto deve acrescentar volatilidade nos negócios locais

Nesta quarta, dólar também ganha força ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o que deve pressionar o real.

Fintechs emprestaram mais de R$ 12 bi em 2021

Crédito é quase o dobro do ano anterior, diz pesquisa da ABCD e PwC Brasil

Adquirir conhecimento é a chave para investir melhor

Para economista, medo é o mesmo sentimento que se tem do desconhecido

Últimas Notícias

Macron reforma Gabinete da França

A primeira-ministra Elisabeth Borne deve apresentar hoje o programa do novo governo na Assembleia Nacional.

Viagens tiveram queda de 41% entre 2019 e 2021

Dados são da Pnad Contínua Turismo 2020-2021, do IBGE; já as corporativas superaram R$ 1 bi em faturamento em maio deste ano.

Ovo aumentou 202,13% acima da inflação oficial

Pesquisa do IBPT analisou o preço de 40 produtos, entre março de 2020 e maio de 2022.

Exterior misto deve acrescentar volatilidade nos negócios locais

Nesta quarta, dólar também ganha força ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o que deve pressionar o real.

BNDES: R$ 317,2 milhões nos aeroportos de Mato Grosso

Ao todo serão investidos R$ 500 milhões nos quatro aeroportos, com participação de 65% do BNDES