Consumo diário de petróleo voltará aos 92 mi barris em 2020

No ano que vem, demanda poderá ultrapassar os 100 mi diários.

Acredite se Puder / 18:18 - 25 de mai de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Agência Internacional de Energia prevê que a procura por petróleo não só regresse aos níveis pré pandemia como chegue mesmo a ultrapassá-los em breve. Fatih Birol, novo diretor-geral da AIE, disse nesta segunda-feira que, mesmo na ausência de medidas fortes dos governos, uma recuperação econômica sustentada e preços baixos do petróleo elevarão a procura aos antigos ou níveis superiores. Assim, vê o consumo voltar para a faixa dos 92 milhões barris diários ainda neste ano, e que em 2021, a recuperação continuará e a demanda passará dos 100 milhões.

Nem todas as mudanças causadas pela pandemia são prejudiciais para o uso de petróleo, ressalta o executivo. As pessoas saem menos de casa mas, quando saem, preferem utilizar seus carros e não os transportes públicos. No ano passado, o mundo consumiu cerca de 100 milhões de barris de petróleo diariamente, e algumas vozes da indústria energética defendem que esse possa ter sido o pico do consumo da matéria-prima. Birol, no entanto, afirma que não são as videoconferências que vão resolver os nossos problemas energéticos e climáticos, apenas boas políticas governamentais.

 

Petrobras absorve preços de até US$ 15

Os analistas do Morgan Stanley realizaram videoconferência com Roberto Castelo Branco, CEO da Petrobras, para entender o posicionamento da empresa para enfrentar a crise do Covid-19 e o cenário deprimido do petróleo. Depois da live, passaram a considerar que a petrolífera possui uma posição de caixa “robusta” para lidar com o atual pandemia, pois seu presidente afirmou que a estatal se preparou até para o pior cenário, sendo capaz de suportar baixos preços, como o barril em US$ 15 até o final do ano. Com isso, os especialistas do banco norte-americano estabeleceram a recomendação de acima da média do mercado, reafirmando que a posição de caixa atualmente é superior a registrada em 2015, quando o preço do petróleo também sofreu uma forte queda no mercado internacional.

 

Shoppings da Multiplan funcionam em mais 2 cidades

A Multiplan, na sexta-feira, reiniciou as operações do Barra Shopping Sul, em Porto Alegre. Neste segunda-feira, foi a vez do Park Shopping Barigui, em Curitiba, que só funcionará das 12h às 20h, seguindo as orientações do governo do estado.

 

CSN renegocia dívida de R$ 1,4 bi

A CSN renegociou com o Banco do Brasil o vencimento de uma dívida de R$ 1,4 bilhão, com prazo previsto entre maio desse ano e março de 2021. O alongamento busca a preservação da liquidez para executar a estratégia de desalavancagem da siderúrgica e geração de valor aos seus acionistas. O acordo também conta com mecanismos que possibilitam uma nova extensão por meio de operações de mercado de capitais. Os analistas do Itaú BBA revisaram suas projeções operacionais para a siderúrgica, considerando menor volume de embarques de aço. No entanto, também foi feito um ajuste da receita devido à cotação do dólar. Com isso, a estimativa para o Ebitda foi mantida em R$ 7,9 bilhões.

 

Sec pega mais um esquema Ponzi

A Securities and Exchange Comission entrou com ação de emergência e obteve uma ordem de restrição temporária e congelamento de ativos contra Paul Horton Smith Sr. e as empresas Northstar Communications LLC, eGate LLC e Planning Services Inc.. Smith e Northstar, por meio de workshops gratuitos e outros eventos de investidores, supostamente prometeram aos investidores garantir pagamentos anuais de juros entre 3% e 10,5% se investissem nos chamados “contratos de anuidade privada”. Na realidade, não houve investimento nos fundos captados em nenhum título e, em vez disso, novos recursos captados eram usados para pagar retornos do investidor de maneira semelhante ao Ponzi. A queixa da SEC, apresentada no Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Central da Califórnia, acusa Smith, Northstar, eGate e Planning Services de violar as disposições antifraude das leis federais de valores mobiliários. A denúncia busca medidas liminares, retorno de ganhos ilícitos mais juros e multas civis.

 

Ações do BB sobem mais de 9%

Sem querer, o ministro Celso de Mello, do STF, provocou alta de mais de 9% nas ações do BB, ao autorizar a divulgação do vídeo da reunião ministerial, no qual Paulo Guedes afirma que, diferente da Caixa e BNDES, não é possível “fazer nada” no banco.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor