Conteúdo nacional

A OSX, empresa de petróleo do grupo de Eike Batista, recebeu, em Kalba, Emirados Árabes Unidos, o navio Suhail Star, para futura exploração no mar. Embarcação similar havia sido entregue em janeiro, e outras que forem encomendadas seguirão padrão semelhante. Nenhum emprego foi gerado no Brasil, nem mesmo um parafuso foi comprado aqui. Isto mostra a diferença entre a Petrobras – que compra no país com conteúdo nacional de 70% – e concorrentes, ainda que empresas brasileiras.

Amarras
O PIB este ano ficará entre 4% e 5%, opina o professor de macroeconomia da FGV-EESP Rogério Mori. Nem tão ruim, considerando os cortes no Orçamento Federal e o aumento dos juros. Para que o Brasil cresça no patamar da China, Mori destaca que “os investimentos produtivos devem aumentar. A taxa de investimentos brasileira como proporção do PIB tem se situado entre 17% e 18% nos últimos anos, bem mais baixa que a chinesa e insuficiente para sustentar um ritmo de crescimento da economia brasileira sem a formação de pressões inflacionárias indesejáveis.”
“Ao mesmo tempo, o país tem que lidar com a questão cambial: claramente o patamar da taxa de câmbio atual elimina competitividade de vários setores da economia brasileira”, afirma o professor, que lembra que as altas taxas de juros atraem capitais e impedem a tentativa de o Banco Central controlar a valorização da moeda.

Especulação
“Desde 2009 que o Rio vive uma nova ocupação política da prefeitura pela especulação imobiliária. Uma das mais afrontosas de toda a República.” A acusação foi feita pelo ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia. O mais recente ataque da especulação, foi a Lei Complementar 48/2011, para se construir prédios na área militar do Leme, tratada até então como de preservação, ataca Maia, que fica bem melhor no papel de atiradeira do que no de vidraça.

Grandes jogadas
Muito além de um acordo político entre CBF e Flamengo, a decisão de dividir o título de campeão brasileiro de 1987 entre a equipe carioca e o Sport do Recife envolve o bilionário contrato de transmissão dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, nas múltiplas mídias – TVs aberta e fechada, Internet e celular. Com a entrada da Record com força na licitação, que a comissão designada pelo Clube dos 13 para tratar do assunto defende ser definida por propostas em envelopes fechados, articula-se o apoio dos dois clubes de maior torcida no país – além do Flamengo, o Corinthians – à Globo.

Mundo real
Simulação de risco realizada por consultorias internacionais parecem ter nível de acerto similar às classificações feitas por agências de rating. Estudo divulgado em janeiro pela norte-americana JLT, denominado World Risk Review (www.jltgroup.com/content/UK/WWR/263238_WRR_Jan2011.pdf ) coloca o Brasil em pior nível que o Bahrein e a Líbia nos itens “Greves, insurreição, distúrbio civil” (Bahrein 3, Líbia 2, Brasil 4) e “Terrorismo” (Bahrein 3, Líbia 2, Brasil 3).

Mais complexo
Embora frutos da conjuntura efervescente dos efeitos da crise mundial na região, os movimentos em desenvolvimento no Oriente Médio e no Norte da África não devem ser tratados em bloco nem como homogêneos. O tratamento “especial” dedicado à Líbia pela mídia responsável pela agenda hegemônica na maior parte do Ocidente e os movimentos especulativos das multinacionais do petróleo instalados naquele país confirmam que, em matéria de geopolítica, análises simplistas têm a profundidade de um pires.

Vale tudo
A cobertura dos acontecimentos nas duas regiões, ao mesmo tempo em que mostra como a mídia ocidental foi atropelada pelos fatos, traz uma questão preocupante para o futuro do jornalismo. Embora em vários casos sirvam, de fato, para furar o bloqueio da censura imposta por governos em decomposição, a exibição de imagens captadas por celulares e/ou veiculadas nas mídias sociais sem qualquer possibilidade de confirmação, apuração e edição abre espaço para transformar em realidade o que, não raro, não passa de ficção ou vontades desejosas.

Artigo anteriorMais perigosos
Próximo artigoUm Egito por ano
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

Mortes dos essenciais

Aumentam em mais de 50% óbitos de caixas, frentistas e educadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.

Equador: Não haverá contagem rápida no domingo de eleições

Arauz, candidato do ex-presidente Rafael Correa lidera as pesquisas com 37% das intenções de voto contra 30% do candidato do Aliança Creo, o banqueiro Guillermo Lasso.

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação

Segundo FGV, fato reflete avanço das campanhas de vacinação contra a Covid.

Brasil movimentou R$ 2 tri em transações com cartões em 2020

Transações digitais foram impulsionadas por modernização do mercado e pandemia.

IPCA de março variou abaixo da expectativa do mercado

Nossa projeção para o ano que vem permanece de 6,5%, podendo ser antecipada para este ano.