Contra a baixaria

Este domingo é o Dia Nacional Contra a Baixaria na TV. E o tema da campanha, este ano, é a renovação das concessões de rádio e TV. Este é o assunto do programa Ver TV especial deste domingo, às 13h, ao vivo. O programa será transmitido simultaneamente por uma rede de emissoras educativas e legislativas, além da TV Câmara, TV Justiça e TV Nacional.

A voz da indústria
Meio ambiente, política para micro e pequenas empresas, tributos, Previdência, políticas industrial e tecnológica. É extensa a pauta do 2º Encontro Nacional da Indústria, nestas segunda e terça-feira, no Hotel Blue Tree, em Brasília. A CNI espera reunir 1,2 mil participantes. Os empresários finalizarão um documento com avaliações sobre as condições e as perspectivas da economia brasileira e sugestões para garantir o crescimento sustentado do país. O documento, que começou a ser construído em debates nos 26 estados e no Distrito Federal, será entregue ao governo e a parlamentares.

Chacina
Iolanda Moreira da Fonseca ganhou na Justiça o direito a receber do Estado do Rio 200 salários mínimos por danos morais pela morte de seu companheiro durante a Chacina da Baixada, em que 29 pessoas foram assassinadas por policiais militares, em 2005, nos municípios de Queimados e Nova Iguaçu (Baixada Fluminense). A decisão é da desembargadora Leila Mariano, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que também determinou o pagamento de pensão mensal. Causa ganha pelo advogado João Tancredo. Cabe recurso.

Serviços
“O Brasil que queremos – perspectivas para o Setor de Serviços” é o tema da palestra que o deputado federal e ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes fará nesta segunda-feira, promovido por entidades sindicais das áreas de asseio e conservação, trabalho temporário e terceirização. Juntos, estes setores são responsáveis pelo emprego de quase 5 milhões de trabalhadores. O evento começará às 19h, na sede da ADVB (Rua 13 de Maio, 1413, Bela Vista, São Paulo). Mais informações pelo telefone (11) 3825-8995.

Fruto
O presidente do Conselho de Curadores do Instituto Presbiteriano Mackenzie, Juarez Marcondes Filho, lança o livro Vivendo a Excelência – o cultivo do fruto do espírito nesta terça-feira, às 16h, no centro de pós-graduação da Mackenzie Rio (Av. Rio Branco 277, 3º andar).

Trabalhador unido
A partir deste domingo, e até dia 25, uma parceria entre a Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF) – do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) – e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) reunirá, na instituição fluminense, pesquisadores, acadêmicos, intelectuais e militantes de movimentos sociais de países latino-americanos e caribenhos na I Conferência Internacional Vozes de Nuestra América – cultura, política e pensamento crítico na América Latina e Caribe.

Cana
Será apresentado nesta terça o primeiro ônibus movido a etanol do Brasil, lançamento do Centro Nacional de Referência em Biomassa (Cenbio) e do Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo (USP). São Paulo é a primeira cidade das Américas a ter o ônibus movido a etanol.

Fórmula 1
Nas pistas, o consumo de combustível é antiecológico de tão elevado; fora delas, o autódromo de Interlagos garantiu banheiros ecológicos para o circo da Fórmula 1. Dois contêineres DBR Móbil, cada um com seis toaletes, têm sistema de tratamento de esgotos acoplado, capaz de limpar, sem geração de odores, todos os efluentes gerados no conjunto, produzindo em seguida água de reúso, empregada no sistema de descargas sanitárias.

Chip aquático
A Nova Cedae, companhia de abastecimento do Rio de Janeiro, espera elevar em R$ 2 milhões por ano a receita com fornecimento de água para carros-pipa com a instalação de um chip nos veículos. Segundo o presidente da empresa, Wagner Victer, “a Cedae só recebe por 10% da água entregue” aos donos dos carros-pipa. O sistema, ainda em teste, contará com um validador do chip, na mangueira de abastecimento, só permitirá a liberação de água aos caminhões cadastrados e com o carregamento pago.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBeber na fonte
Próximo artigoSéculo

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...