Contra jornada extenuante, trabalhadores da Cacau Show fazem greve

Sindicato já havia tentado negociações com a empresa para reconsiderar a implementação da jornada 6x2

143
Greve (Foto: Fernando Frazão/ABr)
Greve (Foto: Fernando Frazão/ABr)

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de São Paulo (Stilasp) convocou todos os funcionários da unidade da empresa Cacau Show em Itapevi, São Paulo, para aderirem a uma greve a partir das 4h30 de segunda-feira. A empresa contabiliza cerca de 2 mil trabalhadores diretos.

A empresa esta promovendo uma forma de “trabalho extenuante”. A motivação da paralisação está ligada à imposição unilateral da jornada de trabalho 6×2 (seis dias de trabalho diretos) pela empresa, por meio de acordos individuais, uma prática considerada proibida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O sindicato já havia tentado negociações com a empresa para reconsiderar a implementação desta exaustiva jornada ou oferecer uma compensação financeira aos trabalhadores afetados. No entanto, a empresa se mantém inflexível.

“Os funcionários afirmam que não buscam caridade, mas sim reconhecimento de seus direitos. A jornada 6×2, além de ser ilegal, impacta a organização dos compromissos familiares e a saúde física e mental dos trabalhadores”, afirma o presidente do Stilasp, Carlos Oliveira.

Espaço Publicitáriocnseg

Diante da falta de solução e atendendo aos inúmeros pedidos dos trabalhadores prejudicados, o Sindicato está organizando greve na Cacau Show, a partir das 4h30hs do dia 4 de dezembro de 2023, sem previsão de término.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui