‘Contre nous de la tyrannie’

A reação do mercado financeiro não deixa margem para dúvidas: a extrema-direita está no segundo turno das eleições presidenciais na França. Mas ela não é representada por Marine Le Pen, da Frente Nacional. O candidato da direita radical é Emmanuel Macron. Banqueiro, filho de banqueiro, é ex-ministro da Economia do impopular François Hollande – deixou o governo porque o presidente francês não empurrou goela abaixo da população toda a política neoliberal, apenas parte dela.

Macron é de extrema-direita porque ele representa os setores que desejam a demolição de direitos sociais, o mergulho sem ressalvas no receituário neoliberal em favor das instituições financeiras, do lucro sem limites. Ele é a ponta de lança da banca para impedir que a União Europeia saia da armadilha em que está metida e que a condena a estagnação econômica e ao desmonte do Estado de bem-estar social e a leva para a crise permanente.

Estas são as posições defendidas pela direita, que está onde sempre esteve: a favor da manutenção dos privilégios e da restrição aos direitos da população. Marine Le Pen pode ser reclassificada para nacionalista conservadora ou outro rótulo. É uma pena que a França seja levada a este embate ilusório, e não à discussão entre progressistas e reacionários, como ocorreria se ao segundo turno tivesse ido Jean-Luc Mélenchon, ou até mesmo Benoit Hamon, do PS.

 

Passaporte

No 16º Fórum Empresarial, realizado em Foz do Iguaçu pelo Lide – Grupo de Líderes Empresariais, do prefeito paulistano João Doria Jr., compareceram o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) ambos destaques na Lista de Fachin – Jucá é, junto com Aécio Neves, o campeão em inquéritos na Lava Jato.

Se não forem reeleitos ou se a PGR e o STF andarem com a celeridade que até aqui não demonstraram, sérios candidatos a passarem uma temporada pertinho de onde ocorreu o Fórum.

Os convescotes de Doria Jr. são, em última análise, uma forma de arranjar encontros entre a elite empresarial e política – caminho que pode desaguar em escândalos como os da Lava Jato.

 

Circo

Luiz Fernando Furlan, ex-ministro, que agora preside o Lide, acha que a arrancada da seleção brasileira de futebol contribui para a melhoria do otimismo no país, ajudando o clima dos negócios.

Na falta de pão…

 

Liberada

Após saraivada de críticas, a TV Cultura abandonou a censura a uma música exibida no programa Cultura Livre e exibiu a íntegra do episódio na madrugada da sexta-feira (21). A música continha críticas ao governador Geraldo Alckmin e ao prefeito João Doria Jr, ambos tucanos.

A mudança de posição da TV controlada pelo governo paulista ocorreu antes que ANJ, Abert, ABI e outras entidades paladinas da liberdade de imprensa tivessem tempo para condenar a censura.

 

Rápidas

A Fiesp realizará, no próximo dia 27, oficina internacional sobre a gestão de dados de monitoramento para melhor controle ambiental em empreendimentos. Será das 9h às 12h30 no auditório do 4º andar da sede da Av. Paulista *** A Danone Brasil está com inscrições abertas para o processo seletivo de pessoas com deficiência (PcDs) para São Paulo (capital) ou Poços de Caldas (MG). Inscrições pelo site jobs.danone.com *** O grupo Sonhar-se Mundo apresenta neste domingo, no Caxias Shopping (RJ), o espetáculo João Moço, Menino dos Pés Dançantes, às 16h *** Toda última quarta-feira do mês, a Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase) organiza o evento “Vamos falar sobre…”, que aborda temas contemporâneos, no centro cultural do campus, das 17h às 18h30, com entrada franca. Nesta quarta, a pauta será “Tempo no trabalho e no lazer” *** Para debater casos de plágio acadêmico, a empresa de tecnologia educacional Turnitin realiza no Rio de Janeiro, nesta quinta, debate sobre ética nas universidades. A partir de 8h30, no Othon Palace (Av. Atlântica, 3264 – Copacabana) *** Também na quinta, Dia Nacional da Empregada Doméstica, Mario Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, distribuirá para as domésticas, gratuitamente, 500 exemplares do seu livro PEC das Domésticas – Novos direitos e deveres de Patrões e Empregados. A distribuição acontecerá na banca de jornal do Ari, na Central do Brasil, das 7h às 11h *** A advogada Ísis Moret Valaziane participa, em 3 de maio, da palestra “Conflitos e formas de proteção na indústria de joias e bijuterias de luxo”, promovido pela OAB-RJ. Mais informações: www.oabrj.org.br/evento/18955-protecao-na-industria-de-joias-e-bijuterias-de-luxo-palestra *** A TecBan abre inscrições para estágio para estudantes de nível superior. Até dia 5 de maio, pelo site www.vagas.com.br/tecban *** A festa de 1º de Maio da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) em São Paulo será no Memorial da América Latina.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.