Conversa com Investidor: Positivo (POSI3)

Por Felipe Cavalcante, analista da Trade Machine.

A Positivo Tecnologia (POSI3) é uma das maiores desenvolvedoras e fabricantes de tecnologia baseada em hardware na América Latina, sendo responsável por marcas como Positivo, Vaio e Compaq. Em conformidade com os resultados do 2T2021, os últimos divulgados, a companhia apresentou uma Receita Bruta de 940 milhões, com um crescimento de 89% comparado ao 2T2020; um Ebitda Ajustado de R$ 102 milhões, com um crescimento de 1.139% (no 2T2020 havia sido de R$ 8,2 milhões) e um Lucro Líquido de R$ 51,5 milhões ante um prejuízo de R$ 8,6 milhões no mesmo período do ano passado. Os resultados do 3T2021 serão divulgados no dia 10 de novembro após o fechamento do mercado.

Neste Conversa com Investidor, Renata Oliva Battiferro, diretora de Relações com Investidores da Positivo Tecnologia, conversou com o analista Felipe Cavalcante da Trade Machine.

 

O disparo nos volumes de vendas de notebooks e tablets e os bons números dos demais segmentos contrastam com os resultados da categoria de celulares. A Positivo Tecnologia enxerga isso como um problema? No curto prazo, existe alguma iniciativa para alavancar esse segmento ou essa linha tende a ser cada vez secundária?

A Positivo Tecnologia acompanhou o ritmo pré-pandemia no mercado de celulares e andou na contramão da retração nos últimos meses, tendo um crescimento de três dígitos no primeiro semestre de 2021 na área de mobilidade, pois existiram mudanças importantes no mercado e a companhia criou estratégias para sanar dificuldades com o supply chain.

Os mercados de eletroeletrônicos tiveram comportamentos distintos no Brasil durante a pandemia. O celular era considerado, antes desse período, como um item de primeira necessidade para as pessoas. O consumo desse produto era constante e se mantinha em um bom patamar, enquanto para PCs o mercado era mais inconstante e variava bastante para cima e para baixo. Com o advento da pandemia, vimos que o consumo de PC cresceu significativamente, por conta da enorme procura devido ao home office e às aulas on-line. O smartphone apresentou uma queda no consumo nos primeiros dois meses da pandemia pelo fechamento das lojas, que influenciaram bastante nessa diminuição das vendas. Depois, houve um crescimento a partir de junho até setembro de 2020, quando voltou a ficar alinhado com o que era antes da pandemia. Além disso, o mercado de smartphones já é maduro e traz uma menor necessidade de troca do dispositivo, por isso a tendência é uma estabilização para este segmento.

 

Quanto ao programa de Corporate Venture, a Positivo Tecnologia prioriza algum segmento de negócio específico?

Temos a inovação como uma norteadora da nossa estratégia. O programa seleciona para investimento e suporte estratégico startups que estão em linha com o momento de transformação dos negócios da companhia. São empresas de diversos segmentos: mobilidade, exames clínicos, agricultura e pecuária. Criamos um Fundo de Investimento em Participação (FIP) e o investimento é originário da verba da companhia em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Ajudamos as investidas no processo de operação das startups com recursos humanos da própria companhia. Muito mais do que investimento financeiro, as equipes da companhia agregam valor às investidas ao assessorar iniciativas e participar dos seus projetos estratégicos, com o envolvimento de um grande time de executivos próprios da companhia. Desconheço outra empresa de tecnologia no Brasil com um programa tão estruturado dessa forma.

 

Felipe Cavalcante (foto divulgação da Trade Machine)
Felipe Cavalcante (foto divulgação da Trade Machine)

A companhia também vem desenvolvendo sua área de HaaS e lançou uma divisão voltada para as instituições de ensino. Como a Positivo Tecnologia enxerga esse mercado no futuro? Tem alguma perspectiva desse modelo ganhar força no ensino público?

A modalidade Hardware as a Service (HaaS) tem registrado alta expressiva de demanda, principalmente nos últimos anos. Em 2020, o mercado de computadores como serviços aumentou 20% no Brasil. Estima-se que em 2021 este crescimento será ainda maior. O aquecimento desse modelo tem sido acompanhado atentamente pela nossa equipe especializada. Somente no primeiro semestre deste ano, o número de contratos firmados na Positivo As A Service aumentou 50%, principalmente devido à escalada da digitalização da sociedade e dos novos formatos de trabalho e estudo, sejam híbridos ou remotos. O aumento da demanda por Haas vem não só por parte de grandes empresas, mas também do setor educacional, em que lançamos recentemente o Haas4Edu, que são pacotes de aluguel e suporte de computadores e dispositivos móveis ao setor educacional, tanto público como privado. Embora HaaS seja fundamentalmente um mecanismo de locação de equipamentos de informática, mobilidade e infraestrutura de TI, inclui recursos adicionais como customização e instalação de dispositivos, atualização de softwares, migração e extração de dados digitais, além de central de atendimento 24 horas e suporte técnico local. É uma solução ágil e descomplicada que evita a obsolescência de equipamentos e mantém parques tecnológicos atualizados.

 

Os custos das matérias-primas têm sido um problema em quase toda cadeia produtiva. Ainda assim, as margens da companhia surpreenderam positivamente. Qual o segredo? A disponibilidade de matéria-prima, principalmente de semicondutores, pode afetar alguma linha de produção?

Sim, o mercado mundial de computadores e telefonia tem sofrido com a escassez e custos altos de componentes, porém, a companhia tem sido capaz de se planejar com antecedência fazendo uma boa gestão do capital de giro. Apesar do alto custo da matéria prima e atrasos nas entregas, reflexo do impacto da pandemia global (Covid-19), estamos conseguindo suprir a demanda de nossos clientes. As margens saudáveis são resultado de uma maior diversificação de produtos e serviços que a Companhia vem ofertando, assim como diversificação dos canais de venda. Temos ampliado nossa capilaridade, além de estarmos presentes em todos os grandes varejistas no Brasil. Estamos ampliando nosso relacionamento com redes de varejo regional, as que chamamos de Tier3, por serem lojas únicas ou pequenas redes que atuam em cidades do interior do Brasil.

 

A divisão de negócios governamentais evoluiu bastante nos últimos anos. Uma possível mudança nas eleições de 2022 pode interferir nesse crescimento?  Pensando nas licitações, qual o cenário político que mais beneficiaria a companhia?

A Positivo Tecnologia atua no segmento público há mais de 25 anos e fornece computadores para grande parte das mais diversas camadas governamentais do País. Além disso, estamos trabalhando com projetos especiais, como é o caso do fornecimento das urnas eletrônicas para as eleições de 2022. O desenvolvimento desses projetos especiais só é possível devido a uma equipe técnica altamente capacitada e engenharia especializada, fruto de mais de 30 anos de história no segmento de hardware e tecnologia. Não vemos um cenário em que mudanças nas eleições possam interferir nesse crescimento. Ganhamos a licitação para o fornecimento de 225 mil urnas que serão entregues no primeiro semestre de 2022.

Coordenação: Jorge Priori

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Caixa registra recorde em crédito imobiliário

A Caixa Econômica Federal realizou mais de R$ 140 bilhões contratados ao longo de 2021, maior valor da história do banco, com crescimento de...

Conversa com Investidor: Mills (MILS3)

Por Marco Saravalle, estrategista-chefe da Sara Invest.

Conjuntura pesa, mas mercados reagem

Ontem foi dia de volatilidade nos mercados de risco local, com a Bovespa fazendo algumas trocas de sinal ao longo do pregão.

Últimas Notícias

Caixa registra recorde em crédito imobiliário

A Caixa Econômica Federal realizou mais de R$ 140 bilhões contratados ao longo de 2021, maior valor da história do banco, com crescimento de...

Vendas do Grupo Patrimar crescem 193,7 no 4T21

O Grupo Patrimar - construtora e incorporadora mineira que atua na baixa, média e alta renda em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e...

Vacina errada em mais de 57 mil crianças e adolescentes

Em meio à campanha de vacinação contra a Covid-19, 57,14 mil crianças e adolescentes em todo o país foram imunizados com doses para adultos...

Pandemia aumenta acesso da população a serviços bancários

Os bancos digitais aumentaram o acesso da população brasileira a produtos financeiros, com destaque para a parcela de baixa renda. Atualmente 19% dos brasileiros...

Moby fecha 2021 com crescimento de 26%

Apesar da pandemia, da crise econômica e da redução na fabricação de veículos, a Moby corretora de seguros conseguiu fechar o ano de 2021...