Copacabana é escolhida por 35% de quem aluga imóvel temporário no Rio

Pesquisa identificou aumento de 115% na busca por imóveis em novembro, na cidade.

Rio de Janeiro / 16:48 - 20 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Um dos destinos mais cobiçados do Réveillon no Brasil é o Rio de Janeiro, pela queima de fogos em Copacabana. Levantamento do portal Imovelweb sobre o público que decide alugar um imóvel para passar a data na cidade, questionou sobre a praia em que gostariam de alugar uma residência: 35% optaram por Copacabana. O segundo local mais escolhido foi Ipanema (11%). Barra da Tijuca fecha o ranking, com 10% da preferência. Outro fator analisado foi o tipo de imóvel: os apartamentos são eleitos pela grande maioria (65%), 15% ainda decide-se por casa, e os outros 20% estão satisfeitos com os dois modelos.

De acordo com o portal, 49% das pessoas que planejam locar um imóvel temporário no Rio são moradores do Estado de São Paulo, seguido de 15% do próprio estado do Rio de Janeiro, e 10% de Minas Gerais e do Distrito Federal, enquanto os outros 16% estão distribuídos pelo Brasil. Grande parte dos entrevistados possui de 41 a 50 anos (36%), 30% está na faixa etária de mais de 51 anos, 26% tem entre 31 e 40, e 9% possui de 20 a 30 anos de idade.

"No mês de novembro, notamos um aumento de 115% nas buscas por imóveis de temporada, na cidade do Rio de Janeiro. Decidimos entender qual o maior motivo da capital ser o destino de tantos. E, entre os entrevistados, 72% escolhem o local por conta das praias, 15% decidem conhecer os pontos turísticos, 4% viajam por festas e eventos, e 10% contam outros motivos, como, por exemplo, o clima e para aproveitar um tempo perto da família, que é moradora da região", explica a gerente de Marketing Brasil do Imovelweb, Angélica Quintela.

Dos entrevistados, 59% irão locar para passar esse período com seus familiares, 21% passarão esse tempo com seu/sua companheiro/a, 9% alugam pensando em dividir com seu grupo de amigos, 7% pretendem viajar em sua própria companhia e 4% especificaram outras opções.

Dentre os usuários que responderam a amostra, 50% nunca estiveram no Rio de Janeiro.

 

Rodoviária - A Socicam, que administra o terminal Rodoviário Novo Rio, espera receber em dezembro, entre chegadas e partidas nos 30 terminaus que administra no país, 3,4 milhões passageiros, número 5,4% maior em relação ao mesmo período de 2018.

As principais capitais do país são as campeãs no aumento do número de embarques e desembarques. A capital paulista espera receber mais de 1 milhão de passageiros, 1,5% de crescimento em relação ao ano anterior. O Rio Janeiro também aguarda 1 milhão de passageiros, 5% de crescimento em relação ao ano anterior. Enquanto no Nordeste a expectativa é receber mais de 790 mil pessoas, 6,5% de aumento.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor