Coragem para enfrentar Wall Street e outros poderosos

Nota aqui na coluna em 9–10 de novembro (“Acabou a trégua: Biden terá que dizer a que veio”) analisava os resultados da eleição nos Estados Unidos e informava que a “classe trabalhadora fora dos grandes centros continuou com Trump”.

Terça agora, o senador Bernie Sanders, que foi pré-candidato à presidência pelo Democratas, escreveu um ótimo artigo no The Guardian em que aborda o assunto e apresenta propostas para “evitar futuros autoritários”. Sanders, que é da esquerda do partido – pelos padrões norte-americanos, um socialista, quase comuna – começa lembrando que Trump, apesar de derrotado com folga, teve 11 milhões de votos a mais que em 2016. E que boa parte do apoio veio dos milhões de cidadãos que perderam seus empregos, que recebem menos, em termos reais, do que há 47 anos e que vivem sem perspectivas.

Apesar de Trump ter colocado na administração o maior número de bilionários de todos os tempos, de ter reduzido o imposto dos mais ricos e ter tentado tirar 32 milhões de pessoas do sistema de saúde, ele ainda é visto como o cara durão que luta contra todos, todos os dias.

“Se o Partido Democrata quer evitar perder milhões de votos no futuro, ele deve se erguer e ajudar as famílias trabalhadoras de nosso país que, hoje, estão enfrentando mais desespero econômico do que em qualquer momento desde a Grande Depressão. Os democratas devem mostrar, em palavras e atos, o quão fraudulento é o Partido Republicano quando afirma ser o partido das famílias trabalhadoras”, sentencia Sanders.

Ele prossegue: “Os democratas devem ter a coragem de enfrentar os poderosos interesses especiais que estão em guerra com a classe trabalhadora deste país há décadas. Estou falando sobre Wall Street, a indústria farmacêutica, a indústria de seguro-saúde, a indústria de combustíveis fósseis, o complexo industrial militar, o complexo industrial de prisões privadas e muitas empresas lucrativas que continuam a explorar seus funcionários.”

O senador democrata lista uma série de medidas essenciais para atingir esses objetivos e finaliza com um alerta: “O trabalho dos democratas durante os primeiros 100 dias do Governo Biden é deixar absolutamente claro de que lado eles estão e quem está do outro lado. Essa não é apenas uma boa política pública para fortalecer nosso país. É como ganhar eleições no futuro.”

Como analisado na nota do início do mês, estará Biden à altura dessa tarefa? Ou melhor, estará disposto a assumi-la? Os nomes até aqui anunciados para compor seu governo, a despeito do verniz da diversidade, são fortemente comprometidos com o establishment que deveriam confrontar. Se não o fizerem, resta o aviso de Sanders: “Vamos pavimentar o caminho para que outro autoritário de direita seja eleito em 2024.”

 

Façam seu jogo

Trump dizia que a Bolsa de Valores cairia com a vitória de Biden. Nesta terça, com muita especulação e uso de dinheiro fácil, Nova York bateu recorde, acima de 30 mil pontos. E Trump investidor deve estar ganhando dinheiro em cima da derrota do Trump candidato à reeleição.

 

Rápidas

“Moedas digitais e bancos centrais na América Latina” é o tema do debate online que a OAB do Paraná realizará nesta sexta-feira, 19h, com o economista e professor Fábio Lacerda Carneiro e o doutor em Economia Política Daniel Kosinski. A transmissão será pelo canal da CIG no YouTube e pelo Zoom (id 850 7808 7830, senha de acesso 195271) *** Nesta sexta, 16h, o Montaury Pimenta, Machado & Vieira de Mello promoverá a live Papo Legal com o ex-presidente do INPI Jorge Ávila, para debater “A certeza do direito e a segurança jurídica das patentes brasileiras”. Transmissão pelo perfil do escritório no Instagram (@montaury_ip ) *** O Programa Diversidade da FGV Direito Rio realizará nesta quinta o webinário “Vamos falar sobre o racismo?”, a partir das 17h. Inscrições aqui *** A feira de artesanato Rio Artes Manuais, pela primeira vez, será totalmente online, de 2 a 6 de dezembro. Programação aqui *** O IAB realizará webinário sobre arbitragem nesta quinta, 11h, no canal TVIAB no YouTube, em homenagem ao professor Theophilo de Azeredo Santos, que foi presidente do IAB, da Febraban e do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA) *** O presidente do Ibope Inteligência, Carlos Augusto Montenegro, estará em webinário nesta quinta, às 17h, na Associação Comercial do Rio (ACRJ).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Juntar 2 meses e meio de auxílio para comprar cesta básica

Não só a pandemia, mas inflação é ameaça às pretensões de Bolsonaro.

Se mirar Nordeste, Bolsonaro atingirá o próprio pé

Região tem menor média de casos e óbitos causados pela Covid.

Neodefensores do trabalhador ignoraram crise

Desemprego já era estratosférico em 2019, e apoiadores de Guedes nem ligavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.