Coração

O comércio lojista carioca está otimista com as vendas para o Dia dos Namorados, esperando um crescimento 10% superior ao ano passado. É o que mostra a pesquisa do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio), que ouviu 650 lojistas da Capital. Roupas (24%), jóias (20%) e perfumes (16%) devem ser os presentes mais vendidos, seguido por calçados e celulares (12%), lingerie (8%), eletrodoméstico/eletrônicos e bolsas e acessórios (4%). Os lojistas estimam que o preço médio dos presentes por pessoa deve ser de cerca de R$ 100 e que 64% dos clientes deverão utilizar o cartão de crédito como forma de pagamento.

Carta branca
A polícia do Rio foi responsável por 18% dos homicídios no estado em 2007, matando uma média de três pessoas a cada dia. “A polícia fluminense matou 25% pessoas a mais em 2007 do que em 2006; quase todas estas mortes foram definidas como “autos de resistência”, classificação que dá à polícia carta branca para matar e se beneficiar de ampla impunidade. No entanto, essa elevação dramática de mortes em 2007 foi acompanhada por uma redução de 5,7% na apreensão de drogas, redução de 16,9% no número de armas confiscadas e diminuição de 13,2% no número de prisões realizadas”.
A acusação foi feita pelo relator especial do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas sobre Execuções Arbitrárias, Sumárias ou Extrajudiciais, Philip Alston, que apresentou nesta segunda-feira ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra (Suíça), o relatório preliminar sobre a situação do Brasil nesta área.

Batalhão de choque
Pelo que se viu num simples jogo de futebol, neste domingo, a polícia fluminense é mera aprendiz em violência com a polícia de Pernambuco.

Estratégia
A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (Eceme) realiza o 8º Ciclo de Estudos Estratégicos, nestas terça, quarta e quinta, das 14h às 17h. O tema será “Concepção Estratégica Nacional”. O evento ocorrerá na Praça General Tibúrcio, 125, Praia Vermelha – Urca – Rio de Janeiro. Informações e inscrições em www.eceme.ensino.eb.br

Força
Cerca de 2,5 milhões de venezuelanos participaram, neste domingo, das prévias que definem os candidatos às eleições regionais de 23 de novembro do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), agremiação do presidente Hugo Chávez, criada há pouco mais de um ano. Com a presença de 72 observadores internacionais, cobertura quase ininterrupta de uma canal de TV estatal, e um custo estimado em cerca de US$ 2 milhões, as prévias do PSUV foram encaradas como demonstração de forma dos partidários de Chávez, que desde a derrota no referendo de 2 de dezembro do ano passado não mobilizavam um contigente tão grande de pessoas.

Soberano
É grande a expectativa em torno do lançamento, dia 7, pela livraria Aquarius, no Shopping Florescer, em Miguel Pereira, do livro Bric ou RIC – Soberania ou Submissão, de Osvaldo Nobre. Na noite de autógrafos realizada na livraria Argumento (Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro), compareceram mais de 200 pessoas.

Cheque fiscal
Apesar da retórica em contrário, a decisão do ministro da Fazenda, Guido Mantega, de elevar o superávit primário fortalece a obsessão do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, por manter os juros brasileiros entre os mais altos do mundo. É que, ao aumentar o arrocho fiscal, Mantega oferece lastro para o setor público bancar o crescimento da gastança financeira provocada pela alta dos juros.

Mata&esfola
A decisão simultânea de elevar juros e superávit fiscal reafirma que, longe de antagônica, a ação da dupla Mantega e Meirelles guarda forte sintonia num objetivo capital: sabotar o crescimento do Brasil. Retórica à parte, na prática, um mata e o outro esfola.

Saída pela direita
Durante a greve dos funcionários, quinta-feira passada, a Diretoria da Eletrobrás preferiu despachar no prédio da Eletros, no mesmo quarteirão.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO eterno Hood Robin
Próximo artigoMilagre neoliberal

Artigos Relacionados

Ameaça de demissões expõe crise na Saúde

Piso de menos de 4 SM para enfermagem revela desvalorização.

Qual a parcela de culpa da Ericsson no terrorismo?

Multi sueca é processada por pagar propina no Iraque que teria chegado ao Estado Islâmico.

BC eleva juros, mas inflação segue disseminada

Remédio errado a partir de diagnóstico equivocado.

Últimas Notícias

Dívida do Rio cairá para menos da metade se corrigida pelo IPCA

Alerj vai ao STF para recompor perdas com ICMS dos combustíveis e energia.

Cinco gigantes estatais chinesas abandonam Bolsa de Nova York

Anúncio ocorre em meio a tensão entre China e EUA; ações seguirão negociadas em Hong Kong e Xangai.

Desemprego cai em 22 das 27 unidades da federação

Tocantins teve maior recuo no segundo trimestre do ano.

TCU encontra brechas na segurança de informação federal

Equipamentos pessoais constituem risco de entrada para ataques.

Brasilux entra no mundo do metaverso

Empresa cria evento com a apresentadora Renata Fan em auditório virtual.