Coronavírus ‘made in USA’?

China usa suas redes para colocar em dúvida origem do Covid-19.

Em uma pandemia, a guerra de informações parece fazer tantos estragos quanto a doença em si. Os chineses foram demonizados por ter sido lá que tudo – aparentemente – começou e pela acusação de demora em divulgar o problema. Mas agora a China parte para o contra-ataque. Um vídeo postado no Diário do Povo, órgão oficial do PC chinês, mostra Robert Redfield, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em audiência no Congresso dos Estados Unidos. Perguntado se pode ter havido mortes atribuídas à influenza que poderiam realmente ter sido o resultado do Covid-19, Redfield responde afirmativamente: “Alguns casos foram realmente diagnosticados dessa maneira nos Estados Unidos hoje.”

Foi o estopim para que o questionamento sobre a origem do coronavírus se tornasse um dos tópicos mais comentados do Weibo, espécie de Twitter da China. A tentativa é de empurrar para os EUA a responsabilidade. “Os EUA finalmente reconheceram que entre os que haviam morrido da gripe anteriormente havia casos de coronavírus. A verdadeira fonte do vírus foram os EUA!” disse um comentarista, segundo relata o jornal britânico The Guardian. “Coronavírus norte-americano”, escreveu outro.

O respeitado epidemiologista Zhong Nanshan disse, em entrevista coletiva em 27 de fevereiro, que, embora o vírus tenha sido detectado pela primeira vez na China, pode não ter se originado lá. Nesta semana, a China intensificou seus esforços para demonstrar que agiu rapidamente e de forma transparente, rebatendo acusações vindas dos EUA. Matéria no Diário do Povo relata que, de acordo com a recente declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), países como Cingapura e Coreia do Sul tomaram medidas necessárias e colocaram a epidemia sob controle porque “fizeram pleno uso desse precioso tempo que a China conseguiu para o mundo”. “Se os EUA aproveitaram esta janela para melhorar a preparação, não comentamos, mas acredito que o fato é testemunhado por todos na América e em todo o mundo”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang.

 

Quinto dia

Os fiscais de renda do Município de Belford Roxo (RJ) obtiveram na justiça, nesta quinta-feira, sentença que determinou o pagamento de seus salários até o quinto dia útil do mês subsequente ao de referência. Trata-se de uma reivindicação antiga, na medida em que o Município não vem cumprindo esta data que está fixada em lei municipal.

Esta decisão é um importante marco não apenas para a categoria, mas para todos os servidores públicos do Estado do Rio de janeiro, em especial de municípios que se encontram em difícil situação financeira e, sob este argumento, vêm atrasando salários e comprometendo a vida destas pessoas e suas famílias”, avalia o advogado Carlos Henrique Jund, autor da ação.

 

Voo livre

Em tempo de nuvens pesadas na aviação, as companhias se viram como podem. A Air France permitirá alterar a data, bem como o destino, em reservas feitas até 31 de março de 2020 para viagens até 31 de maio de 2020 (o que mostra um certo otimismo com a crise em torno do coronavírus).

 

Voto livre

Assegurar o direito de votar aos presos provisórios e aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa é o objetivo de um termo de cooperação técnica assinado na tarde desta quarta-feira pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), TRE/MG, MP e outras entidades mineiras.

 

Pedalada

Ao defender antecipar pagamentos do próximo ano para o ano atual, fazendo uma pequena ginástica fiscal, para driblar a decisão do Congresso de mudar o BPC, o secretário Mansueto Almeida, da equipe de Guedes, está defendendo uma espécie de pedalada fiscal?

 

Rápidas

A Associação Comercial de Santos (ACS) terá novo comando nos próximos três anos: Mauro Sammarco foi eleito por aclamação na última terça-feira *** A publicação inglesa Top Ranked Chambers Global 2020 premiou o escritório Di Blasi, Parente & Associados e o sócio Gabriel Di Blasi como profissional referência na área *** A Universidade Corporativa do Administrador (UCAdm) recebe nova palestra do ciclo “Café da Manhã em Debate”, dia 19, com Wagner Siqueira, com o tema “Liderança situacional versus estilo ideal de liderança”. Inscrições aqui.

 

 

 

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

‘EUA do Mar’ seria considerado crime de lesa-pátria

Na terra de Biden, entregar navegação a estrangeiros é impensável.

Governo Bolsonaro não dá a mínima para a indústria

País perde empregos de qualidade e prejudica desenvolvimento.

Taxa sobre exportação de petróleo renderia R$ 38 bi

Imposto aumentaria participação do Estado nos resultados do pré-sal.

Últimas Notícias

Fundos de investimento poderão atuar como formadores de mercado na B3

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou os fundos de investimento a atuarem como formadores de mercado na B3, a bolsa do Brasil. A...

ABBC: Selic deve subir 1,50 ponto percentual

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne na próxima terça-feira (7) para decidir sobre a nova Selic, a taxa básica...

Ibovespa fecha a semana em alta

(alta de 0,013%). O volume representou uma extensão do movimento positivo registrado na quinta-feira (2), quando o índice fechou com forte alta de 3,66%,...

China: Incentivos fiscais para investidores estrangeiros

A China anunciou que estendeu suas políticas fiscais preferenciais para investidores estrangeiros que investem no mercado de títulos da parte continental do país. A...

Brasileiro teria renda 6 vezes maior com indústria forte

Entre 1950–70, PIB do País foi multiplicado por 10.