Coronavírus pode acelerar lançamento de moeda digital

Epidemia tem restringido as transações de caixa face-a-face.

Internacional / 19:14 - 21 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O surto de pneumonia causada pelo novo coronavírus pode mudar o hábito das pessoas de usar dinheiro e aumentar a sua dependência em pagamento eletrônico, que por sua vez pode acelerar a emissão de moeda digital apoiada pelo governo na China, de acordo com analistas.

Embora ainda não se saiba quanto tempo o vírus sobrevive na superfície de cédulas e moedas, a epidemia tem restringido as transações de caixa face-a-face, disseram eles, considerando que o principal meio de espalhar o novo coronavírus é através do contato físico com gotículas respiratórias.

O Banco Popular da China, o banco central, entregou quatro bilhões de iuanes (US$ 572,5 milhões) de novas cédulas antes do Ano Novo Lunar para Wuhan, província de Hubei, o epicentro do surto, para melhorar a limpeza das cédulas em circulação e conter possível infecção, disse Fan Yifei, vice-governador da PBOC no sábado (15).

A transferência de dinheiro entre províncias e dentro de algumas áreas de ataque epidêmico foi suspensa, para reduzir as viagens e limitar a propagação do novo coronavírus, disse Fan. As notas de papel recolhidas de regiões gravemente atingidas pela epidemia devem ser desinfectadas com luz ultravioleta ou temperatura elevada e armazenadas durante mais de 14 dias antes de serem reintroduzidas no mercado, acrescentou. As medidas atuais são eficazes, e devemos assegurar-nos de que a moeda que os residentes estão utilizando está segura e limpa.”

A epidemia deve acelerar a emissão de moeda digital, Li Lihui, ex-presidente do Banco da China, disse à China Daily no domingo. “(Claro,) as modernas plataformas de pagamento eletrônico da China se encontram suficientemente maduras", acrescentou.

WeChat Pay e Alipay classificam-se como as duas principais opções de pagamento online no mundo. Em meio ao surto, mais pessoas estão escolhendo pagamento eletrônico em vez de dinheiro real. “A perspectiva de desenvolvimento da moeda digital no setor varejista dependerá, em certa medida, do próprio mercado. Sua eficiência, custo, conveniência terão grande importância, bem como a escala de uso comercial”, de acordo com Li, que também é chefe do grupo de trabalho de pesquisa em blockchain na Associação Nacional de Finanças da Internet da China.

Fan comprometeu-se, no sábado, a promover o trabalho de pagamento eletrônico e móvel, uma vez que a tecnologia em questão vem se desenvolvendo rapidamente na China. O banco central disse anteriormente que o projeto básico da moeda digital soberana foi concluído, e alguns programas piloto serão lançados para testes.

A epidemia pode acelerar a introdução de moeda digital e o intercâmbio face-a-face da moeda física irá diminuir ainda mais, devido às preocupações de uma possível infecção”, afirmou Yang Dong, chefe do Centro de Pesquisa de Tecnologia Financeira e Blockchain do Instituto de Direito e Tecnologia da Universidade de Renmin da China.

Em tais condições, consumidores e instituições individuais preferem métodos de pagamento digitalizados e se acostumam cada vez mais com eles. “Aproveitando esta oportunidade, a moeda digital vai acelerar a sua emissão e aplicações”, afirmou Yang

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor