Costurando

Apesar da tentativa de reaproximação do governo Federal – o deputado federal Aécio Neves, líder do PSDB, esteve ontem no Palácio da Liberdade – o governador de Minas, Itamar Franco, prossegue sua articulação com líderes da oposição. Hoje ele se encontra com o presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, e o deputado federal e presidente nacional do PT, José Dirceu. Eles almoçam no Hotel C”a D”oro, em São Paulo. Itamar vai ainda à convenção do PMDB de São Paulo para defender a tese de rompimento do partido com o Governo FH.

Tortura
Não bastasse estar desempregado, o trabalhador ainda tem que se sujeitar a humilhação na hora de receber o seu FGTS. Ontem, por exemplo, às 7 horas da manhã, já começava a se formar fila na porta da sede da CEF, na Avenida Almirante Barroso. Depois de três horas esperando a instituição abrir suas portas, um bancário desempregado, que não quis se identificar, reclamou que ficou mais 45 minutos em outra fila, que se formou no interior do banco para receber o seu dinheiro. Detalhe: com dezenas de pessoas aguardando, apenas três caixas estavam funcionando. No entanto, outras pessoas passaram por um drama maior. Motivo: quando chegavam na boca do caixa, eram informadas de que entraram na fila errada.

A prêmio
Não será surpresa para esta coluna se começarem a pipocar denúncias a Receita Federal. Muita gente incomodada está pedindo a cabeça do secretário Everardo Maciel.

A conferir
O novo presidente da BR-Distribuidora, Luiz Antonio Vieira, garantiu ontem, durante entrevista coletiva, que não assumiu o cargo para preparar a privatização da empresa. Evidentemente não se pode – nem se deve – desconfiar de alguém a priori. Entretanto, também não se pode esquecer que na área petrolífera as coisas mudam com certa rapidez. À época da “flexibilização” do monopólio estatal do petróleo presidente FH disse que a Petrobras não seria vendida à iniciativa particular. Pouco depois o genro David Zylberztajn tomou posse na Agência Nacional de Petróleo defendendo abertamente a privatização da Petrobras.

Cardápio
Ao entrevistar o deputado Aloisio Mercadante (PT-SP), em programa que vai ao ar hoje à noite, o jornalista Giba Um perguntou se o novo prato do dia em Brasília é “pizza à Cacciola”. O deputado petista confirmou e acrescentou: “Tem essa pizza e mais uma, de outra Marka…” Apesar das pressões do governo, porém, o deputado petista tem esperanças em que o depoimento do secretário da Receita Federal, Everardo Maciel, dê novo fôlego à CPI dos Bancos, esvaziando as manobras governistas para abafar as investigações.

Descentralizar
Foi inaugurado ontem, no Rio, o Juizado Especial Criminal. O projeto é de iniciativa do secretário Sérgio Zveiter, em parceria com o coordenador dos Juizados Especiais, desembargador Thiago Ribas Filho, que pretende designar um juiz de plantão e um promotor de Justiça para atuarem nas soluções de causas pequenas e de pequeno potencial ofensivo e, com isso, descentralizar e agilizar o funcionamento da Justiça.

Luxo
A suíte do navio onde FH e esposa vão comemorar o Dia do Meio Ambiente está sendo decorada por um conhecido profissional que faz sucesso entre as emergentes da Barra da Tijuca. Quem afirma é o jornal Folha da Praia, que faz a ressalva: nada foi publicado no Diário Oficial.

Pequenez
O professor Gustavo Franco anda pregando que “austeridade fiscal é para a vida toda.” Em linguagem menos hermética isso quer dizer “recessão é para vida toda”. Ou seja, o professor defende que o Brasil deve se conformar em crescer aos medíocres índices que marcam a política econômica neoliberal nos anos 90.

Garfo
Ex-funcionários de um prestigiado jornal econômico que tentam sacar o dinheiro do FGTS têm o desprazer de constatar que os depósitos não são feitos há longo tempo. Isso depois de esses ex-empregados lerem no mesmo diário que os fundamentos da economia estão em franco processo de melhoria. Se a tunga não é causada pela crise, a explicação deve estar na antecipação da flexibilização trabalhista.

Sem jatinho
O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, se apressou em esclarecer notícia publicada por um “jornalão” no sábado, que daria a entender que ele teria utilizado aeronaves da FAB. O STF garante que Mello nunca requisitou nem voou em aviões da Força Aérea e que utiliza linhas aéreas regulares tanto quando viaja em caráter oficial quanto particular. E, ao contrário do tucanato, Celso de Mello paga do próprio bolso suas viagens privadas.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPasseio
Próximo artigoSob o mesmo teto

Artigos Relacionados

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Rio tem opções de áreas para termelétricas

Estado tem as melhores características na Região Sudeste, diz Wagner Victer.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.