Covid-19 pode influenciar eleição municipal

Candidatos serão julgados pelo que fizeram e pelo que deixaram de fazer.

Decisões Econômicas / 16:56 - 24 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os marqueteiros têm mais uma preocupação nas eleições municipais deste ano: o efeito Covid-19. O assunto atinge diretamente os prefeitos candidatos à reeleição, mas afetam também os demais postulantes. Saúde, Educação, Segurança e Transportes sempre foram assuntos quentes no período eleitoral. Agora há uma subdivisão na saúde que pode influenciar o voto. Candidatos serão julgados pelo eleitor pelo que fizeram e pelo que deixaram de fazer durante a pandemia.

André Ceciliano

Alerj manteve funcionamento durante a pandemia

A pandemia do coronavírus não paralisou os trabalhos na Alerj. Pelo contrário, a Casa adotou todos os protocolos de segurança em saúde e seguiu com suas sessões de votação, aprovando medidas importantes para o combate à doença no estado. Sob a presidência do deputado André Ceciliano (PT), a Alerj adorou o sistema de sessão virtual em 31 de março. Desde então, a Casa realizou 320 sessões: 68 ordinárias e 252 extraordinárias. Nelas foram discutidos 779 projetos de lei relacionados ao coronavírus. Segundo Ceciliano, a primeira preocupação foi manter o Parlamento funcionando normalmente, sem que o isolamento social fosse desrespeitado.

 

TJ expediu mais 1,2 milhão de sentenças

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro também manteve sua produção durante os meses de confinamento social mais rígido. Do dia 16 de março, quando teve início o Regime Diferenciado de Atendimento de Urgência (RDAU) no TJ-RJ, até o último domingo (20/9) foram expedidas 1.283.652 sentenças, 1.243.784 decisões, 3.333.087 despachos e 36.389.502 atos cumpridos por servidores. Uma produção que, se somada, passa de 42 milhões de movimentações (42.250.025).

 

Barcas como antes da pandemia

A superlotação nas barcas da travessia Rio-Niterói e de Paquetá levou o vice-presidente da Alerj, deputado Jair Bittencourt (PP), a enviar ofício ao governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), pedindo fiscalizações nos horários de maior movimento das barcas. Ele quer a retomada dos horários de saída das embarcações que vigoravam antes do período de isolamento social.

 

Autoescolas podem ter aulas teóricas online

As autoescolas poderão dar aulas teóricas online enquanto durar o estado de calamidade pública decretado em virtude da pandemia de Covid-19. É o que estabelece a lei, de autoria do deputado Marcus Vinícius (PTB), sancionada pelo governador em exercício Cláudio Castro (PSC) esta semana. De acordo com a lei, autoescolas poderão contratar empresas terceirizadas para prestar os serviços de aulas digitais à distância desde que elas estejam cadastradas no Detran-RJ.

 

Grego assume segurança na Alerj

O ex-deputado estadual Zaqueu Teixeira (PSD) deixou o cargo de subdiretor-geral de segurança da Alerj para disputar a vaga de prefeito de Queimados, na Baixada Fluminense. Assumiu no seu lugar o funcionário da Casa Hermogênes Barbosa, 34 anos, conhecido como Grego, que já trabalhava no setor de segurança no Palácio Tiradentes.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor