Crédito para empreendimento: 3 em 10 são de gente entre 18 a 34 anos

O empreendedorismo ganha cada vez mais espaço no Brasil, especialmente entre os jovens. São cerca de 52 milhões de donos de negócios próprios por todo o território nacional e aproximadamente 22% deles têm entre 18 e 24 anos, faixa etária com a maior taxa de desemprego no país. Os dados são de pesquisa do Global Entrepeneurship Monitor (GEM) e são similares aos revelados por levantamento realizado pela BizCapital.

O estudo revela que 31% de seus clientes que buscam crédito para empreender são jovens entre os 18 e 34 anos e 72% das solicitações partem de homens. A empresa identificou, ainda, aumento de 127% nos pedidos, de janeiro a dezembro de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.

Outros dados revelados se referem aos setores que mais solicitam créditos. O varejo lidera o ranking, com 25%, seguido de serviços de alojamento e gastronomia, com 8%, e serviços administrativos, com 5%. As principais motivações incluem o desejo ampliar o capital de giro (35%), compra de equipamentos (15%) e aquisição de estoque (14%).

Artigos Relacionados

Privatização da Eletrobras eleva risco de apagão

Menos de 10% das hidrelétricas foram feitas pelo setor privado.

Inflação anualizada já está em 6,10%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de março foi de 0,93%, 0,07 ponto...

Agora crítico, Bolsonaro defendeu CPI no STF quando deputado

Pacheco diz que não moverá 1 milímetro para impedir atuação da CPI da Covid.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.

Equador: Não haverá contagem rápida no domingo de eleições

Arauz, candidato do ex-presidente Rafael Correa lidera as pesquisas com 37% das intenções de voto contra 30% do candidato do Aliança Creo, o banqueiro Guillermo Lasso.

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação

Segundo FGV, fato reflete avanço das campanhas de vacinação contra a Covid.

Brasil movimentou R$ 2 tri em transações com cartões em 2020

Transações digitais foram impulsionadas por modernização do mercado e pandemia.

IPCA de março variou abaixo da expectativa do mercado

Nossa projeção para o ano que vem permanece de 6,5%, podendo ser antecipada para este ano.