Crédito será importante para 63% dos brasileiros no pós-pandemia

Para 63% dos brasileiros é clara a importância do crédito na retomada econômica como um todo, mesmo com a percepção de que as taxas estão mais altas no momento. A avaliação é resultado da pesquisa feita pela Serasa, em parceria com a Opinion Box, para entender o comportamento e a percepção dos brasileiros com a retomada econômica cada vez mais próxima na vida das pessoas e a busca por crédito durante e pós-pandemia.

No estudo “O papel do crédito em um momento de retomada”, o levantamento constatou, ainda, que 79% dos entrevistados utilizaram algum tipo de crédito durante a pandemia, e o cartão de crédito foi a fonte mais utilizada por 62% dos brasileiros para, principalmente, comprar itens essenciais como higiene pessoal e alimentos. Observou-se, ainda, que 3 em cada 10 brasileiros tiveram que usar algum tipo de crédito por seis ou mais vezes durante o período.

Entre aqueles que pretendem utilizar crédito no pós-pandemia, o cartão de crédito continuará a ser a fonte mais procurada de recursos, sendo buscado principalmente em bancos tradicionais e digitais. Segundo o estudo, a tomada de crédito neste segundo momento visa, ainda, a compra de itens essenciais e o pagamento de dívidas.

De acordo com Amanda Rapouzo, gerente da Serasa, o estudo reforça a tendência de que o brasileiro precisará de crédito para recomeçar e a dúvida será escolher a melhor alternativa com tantas opções no mercado. “Acreditamos que uma vida financeira saudável só é possível se você for capaz de identificar a melhor alternativa para o seu caso. O Serasa eCred, marketplace de crédito da Serasa, vem para democratizar o acesso ao crédito e ajudar nesta decisão. Seja em grandes bancos ou em bancos digitais, é importante que o consumidor tenha uma clara visão das ofertas que ele tem ao seu dispor e possa escolher o que melhor se adequa ao seu perfil e orçamento”, explica.

O aumento expressivo no tráfego de internet no Brasil registrado no último ano também é refletido em como os consumidores têm se informado: meios digitais como sites, aplicativos, serviços de busca e redes sociais têm sido a principal fonte de informação sobre crédito. Além disso, 37% dos que tiveram crédito recusado em alguma instituição viram bancos digitais como uma alternativa para acesso ao recurso. 6 em cada 10 pessoas consideram que plataformas digitais têm melhores condições de pagamentos e facilidade de busca.

Equidade de gênero também é um ponto de atenção dentro da concessão de crédito: enquanto quase metade dos homens (48%) têm o limite do cartão de crédito superior a R$ 3.600, apenas 41% das mulheres estão nessa categoria. Amanda Rapouzo explica que isso pode ser reflexo da disparidade salarial ainda existente no país, além da desigualdade entre homens e mulheres ainda existente.

A pesquisa “O papel do crédito em um momento de retomada” ouviu 2.068 pessoas em todas as regiões do país entre 22 de junho e 2 de julho de 2021. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Para conferir a pesquisa completa acesse o link: https://www.serasa.com.br/ecred/blog/pesquisa-credito

Leia também:

Varejo: inadimplência teve alta de 7,4% no primeiro trimestre

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Deputados querem venda direta de etanol aos postos

Em audiência pública da Comissão de Minas e Energia, realizada nesta terça-feira, deputados defenderam a aprovação da Medida Provisória 1063/21, que autoriza produtores e...

Lira e Pacheco querem limitar calote de precatório a ‘só’ R$ 49 bi

Mais da metade dos pagamentos ficaria para negociações não determinadas.

Sudeste e Nordeste lideram déficit habitacional

Número de famílias sem casa própria pulou de 5,7 milhões, em 2016, e deve chegar a 6,1 milhões em 2021. 

Últimas Notícias

Queiroga ficará em quarentena em NY

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não volta por enquanto ao Brasil. O motivo não foi o gesto obsceno que fez com o dedo,...

Startup de inteligência artificial terá acesso ao hub de dados da B3

A 4KST, fintech de inteligência artificial, com foco em eficiência financeira, e a B3 anunciaram nesta terça-feira um acordo com foco em compartilhamento e...

BNDES: R$ 166 milhões para linhas de transmissão da Energisa Tocantins

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 166 milhões para a Energisa Tocantins Transmissora de Energia (Grupo Energisa),...

UE tenta expandir oportunidades no oeste da China

Nos primeiros oito meses de 2021, o volume comercial entre a China e a União Europeia (UE) aumentou 32,4% ano a ano. O volume...

Deputados querem venda direta de etanol aos postos

Em audiência pública da Comissão de Minas e Energia, realizada nesta terça-feira, deputados defenderam a aprovação da Medida Provisória 1063/21, que autoriza produtores e...