Crescimento da economia dos EUA revisado para cima: 5,2%

Apesar do crescimento do PIB dos EUA no 3º trimestre, economistas ainda não descartam recessão

36
Vendas nos EUA
Vendas nos EUA (foto de Huang Heng, Xinhua)

O crescimento real da economia dos EUA (Produto Interno Bruto, PIB) no terceiro trimestre deste ano foi revisado para uma taxa anual de 5,2%, em comparação com 4,9% na estimativa anterior, segundo relatório do Departamento de Comércio.

A atualização do crescimento da economia dos EUA refletiu principalmente revisões em alta do investimento fixo não residencial e das despesas dos governos estaduais e locais, que foram parcialmente compensadas por uma revisão para baixo dos gastos dos consumidores, de acordo com a segunda estimativa. As importações, que são uma subtração no cálculo do PIB, foram revistas para baixo.

Os dados mais recentes marcaram uma aceleração em relação ao segundo trimestre, quando o PIB real aumentou 2,1%. Olhando para o futuro, o crescimento da economia dos EUA poderá desaquecer.

“A recuperação dos lucros pode apoiar o crescimento econômico, mas na medida em que vemos uma pressão renovada sobre as margens nos próximos trimestres, o número de funcionários e, portanto, o crescimento mais amplo podem correr o risco de desacelerar”, escreveram Jay Bryson e Shannon Grein, economistas da Wells Fargo Securities, em uma análise.

Espaço Publicitáriocnseg

“Os riscos de recessão são elevados, mas uma recessão está longe de ser um resultado certo, especialmente num ambiente de recuperação do crescimento dos lucros”, afirmaram.

Os economistas observaram que, embora o crescimento da economia dos EUA em termos reais tenha sido revisto em alta, o crescimento do rendimento real continuou a ficar aquém. O rendimento interno bruto (RGD) real cresceu apenas 1,5% no terceiro trimestre numa base sequencial. Numa base anual, o PIB real aumentou 3%, enquanto o GDI real caiu 0,2%.

Leia também:

OCDE prevê crescimento global mais lento em 2024 | Monitor Mercantil

O aumento do crescimento da economia dos EUA no terceiro trimestre refletiu elevação nos gastos dos consumidores, no investimento privado, nas exportações, nos gastos dos governos estaduais e locais, nos gastos do governo federal, no investimento fixo residencial e no investimento fixo não residencial.

De acordo com o World Economic Outlook divulgado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), o crescimento da economia dos EUA está previsto em 2,1% em 2023 e 1,5% em 2024.

Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui