Crescimento mais lento do mercado de crédito já era esperado

Desde março, temos visto alguma recuperação nos empréstimos direcionados a um ritmo de 0,6-0,7% ao mês.

Opinião do Analista / 13:54 - 29 de jun de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Nossa expectativa - O crescimento mais lento do mercado de crédito já era esperado em maio, quando as empresas tomaram crédito pré-aprovado para cobrir as necessidades de caixa em meio à pandemia de coronavírus em março, quando empréstimos livres saltaram 4,4%. Desde março, temos visto alguma recuperação nos empréstimos direcionados a um ritmo de 0,6-0,7% ao mês, impulsionada pelas medidas extraordinárias estabelecidas pelo governo durante esta pandemia. Para o próximo mês em diante, as medidas de concessão de crédito do governo devem ter mais efeito na economia, o que fez o Banco Central revisar sua expectativa para o mercado de crédito de +4,8% para +7,6% no ano.

Espera-se um aumento nas taxas de inadimplência à medida que o fluxo de caixa das empresas se deteriora e a taxa de desemprego tende a aumentar. Mas, o sistema bancário está bem capitalizado e não vemos nenhum problema grave no sistema.

.

Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc. (MUFG)

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor