Crimes e irregularidades da atual Comissão de Anistia

Ex-conselheiro acusa: “arruinar o processo de justiça” da transição democrática do país, após o fim da ditadura militar

Em depoimento à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados nesta terça-feira, o ex-conselheiro da Comissão de Anistia Victor Neiva acusou a atual composição da Comissão de “arruinar o processo de justiça” da transição democrática do país, após o fim da ditadura militar.

Neiva é advogado e foi indicado pelas associações de anistiados políticos para compor a comissão em 2019, quando o colegiado saiu da estrutura do Ministério da Justiça e passou para o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, no governo Bolsonaro.

Neiva disse ter testemunhado reuniões da Comissão de Anistia influenciadas por símbolos e ideais dos defensores da ditadura. “As reuniões são instruídas por livros do Brilhante Ustra, pelo Orvil e literatura dessa natureza. Os julgamentos eram combinados em sessões administrativas pautadas um dia antes das sessões de julgamento, onde, de certa forma, as teses eram combinadas e os julgamentos eram predeterminados. Jamais houve a isenção de ânimo necessária para a análise de qualquer pedido administrativo ou de qualquer requerimento”, informou.

Segundo Victor Neiva, a não aceitação de provas e o uso de teses desconectadas da realidade fazem parte do cotidiano da Comissão de Anistia, em desacordo com o previsto na Lei 10.559/02, que trata da reparação aos perseguidos políticos durante a ditadura militar.

“A Comissão de Anistia começou, objetivamente, a institucionalizar a ilegalidade. O que está sendo praticado lá é crime de prevaricação: a prática de ato de ofício contra a expressa disposição de lei para a satisfação de capricho ou interesse pessoal”, observou.

Para o representante dos anistiados dos Correios, Domingos Pimenta, a atual Comissão de Anistia mantém “atos de exceção e perseguição” e suas decisões devem ser inteiramente revistas.

“O que a gente tem que pedir é para acabar essa comissão, esquecer os atos dela e refazer o que é realmente a anistia”, disse.

Desaparecidos

Segunco a Agência Câmara de Notícias, outra ex-conselheira da Comissão de Anistia, a professora de Direito da Universidade de Brasília (UnB) e pesquisadora Eneá de Stutz e Almeida avalia que o atual colegiado não reconhece que o golpe militar de 1964 “mergulhou o país em tempo sombrio de perseguições com motivação exclusivamente política”, torturas e mortes em nome do Estado.

Eneá de Stutz também denuncia a fragilização da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, criada em 1995 para localizar e reconhecer perseguidos em razão de atividades políticas.

“Está sob risco de fechar na semana que vem. A presidência dessa nova composição já convocou, para a próxima semana, uma reunião para votar o relatório final, encerrar as atividades e encerrar a comissão, como se fosse uma comissão de governo e pudesse ser encerrada assim, porque o presidente da comissão quer”, afirmou.

Leia também:

Oxfam mostra urgência de tributar super-ricos no Brasil e no mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Rejeição ao governo atingiu os níveis mais altos do ano

Com prisão de Milton Ribeiro, menções sobre corrupção, nas postagens que falam de Bolsonaro, aumentou pela terceira semana seguida.

Datafolha, com poucas mudanças, confirma vitória de Lula no 1º turno

Simone Tebet não consegue sair de 1%.

Quatro em 10 brasileiros têm receio de golpe nas eleições

Segundo levantamento, 37% estão assustados com falas racistas e machistas; 48% falam em falta de opção de candidatos à Presidência.

Últimas Notícias

Mania de Churrasco! Prime Steak & Burger abre 12º restaurante no Rio

Unidade da rede de churrascarias no Shopping Nova Iguaçu terá diferenciais especiais.

BB: Crédito para antecipação de IR já supera 2021

Clientes do banco podem antecipar até 100% do valor da restituição do IR, até o limite de R$ 20 mil

Governo divulgará preços dos combustíveis após a redução do ICMS

Ministro: Gasolina cairá de R$ 7,39 para R$ 5,84

Ibef-SP debate o futuro dos meios de pagamento

Ampliar o conhecimento sobre as novas tecnologias para realização de pagamentos nas empresas

Petrobras reinicia processo de venda de três refinarias

50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado