Crise pode virar institucional

Garfield, o gato dos quadrinhos, detestava as segundas-feiras (aliás, nos demais dias da semana, ele também preferia ficar descansando solenemente). Mas neste início da semana ocorreu de tudo, menos a tranquilidade que o personagem de Jim Davis tanto apreciava. A decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) de anular a sessão que admitiu o processo de impeachment da presidente Dilma atingiu em cheio Brasília. A especulação se ele fez apenas a pedido do governo, ou se haveria a mão do deputado afastado Eduardo Cunha, para mostrar que ainda domina a Câmara, é menos importante que a preocupação com a judicialização – de vez – de uma crise política e econômica que ameaça descambar para uma crise institucional.

Poucos petistas mais ingênuos acreditam que o Supremo, se chamado a se pronunciar, favoreceria Dilma, ainda que a decisão de Maranhão fosse legal. Porém, jogar para a justiça a decisão que deveria ser do Congresso só faz crescer o déficit de legitimidade de Michel Temer. Este, cada vez mais espremido entre os compromissos assumidos com a grande mídia e a elite paulista e a realidade do parlamento, poderia ver seu governo se evaporar com a mesma rapidez que ocorreu na Argentina com De La Rua.

A solução, como esta coluna já defendeu mais de uma vez, é a realização de eleições, forma de chamar as ruas – que tanto se manifestaram – a dar legitimidade a um novo governo, que abrace a mudança na política econômica e a garantia dos direitos sociais conquistados. A renovação teria que incluir o Congresso, pois – como se vê – de onde menos se espera, dali é que não sairá coisa nenhuma. Com o fim do financiamento eleitoral por empresas, com as empreiteiras de farolo baixo devido à Lava Jato e se a justiça eleitoral exercer um mínimo de fiscalização – agindo contra abusos do caixa dois e contra a presença ativa da mídia e das igrejas – o Brasil pode sair fortalecido.

Não me deixem só

Quanto a Cunha, este esbravejou, em nota divulgada na sua conta no Facebook, contra a decisão “absurda, irresponsável, antirregimental”. Acrescentou que o corpo técnico da Casa já tinha manifestado a posição de negar conhecimento ao recurso, “cuja assinatura eu iria apor na quinta-feira (5), data do meu afastamento”.Seria um recado de que, com ele no comando, o impeachment não sofreria revés?

Façam seu jogo

Em tempos de mudanças em Brasília, até a regulamentação de jogos de azar no país será debatida. Polícia Federal, Coaf, Câmara, Senado e Caixa confirmaram presença no 2º Brazilian Gaming Congress – BgC 2016, encontro que acontece em 11 e 12 de maio, no Hotel Windsor Plaza. Haverá até oficina com um passo a passo para as empresas que pretendem entrar no negócio.

Um dos destaques do primeiro dia é o debate “Identificando os principais desafios e apresentando soluções para a legalização de jogos no Brasil”. No segundo, a “Regulamentação, Controle e Tributação dos Jogos Online”.

Pelo nome do congresso, já se vê que o interesse estrangeiro em explorar jogos de azar no Brasil é grande. Ganha mil fichas para jogar na roleta quem conseguir encontrar um benefício para o país.

Rápidas

O Centro de Medicina Nuclear da Guanabara (CMNG) vai investir R$ 2 milhões na unidade de Nova Iguaçu até o fim do ano. “Há um crescimento de demanda por serviços de saúde na Baixada Fluminense. Em 2015, o número de mamografias na unidade cresceu 30%, e o de tomografia computadorizada, 35%”, explica o fundador e diretor da rede de diagnósticos, Antonio Fernando da Rocha. Somente no primeiro trimestre de 2016, a filial aumentou em 15% o número de atendimentos comparado com o mesmo período do ano passado *** O NEA (Núcleo de Estudos Avançados) do Brasillis Idiomas realiza palestras trimestrais online sobre temas ligados a tradução e interpretação. A próxima será em 8 de junho, das 19h15 às 20h30, com o tema “O mercado de tradução e interpretação ontem e hoje”. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail brasillis@brasillis.com.br *** O Instituto Confúcio na Unesp, em parceria com a Associação das Empresas Chinesas no Brasil (Abec), realiza no próximo dia 21, em São Paulo, a Feira de Recrutamento para Empresas Chinesas no Brasil. Até o momento, confirmaram a presença nove empresas, incluindo as gigantes XCMG, ZTE, State Grid e Huawei, com mais de 50 vagas de trabalho em várias áreas. Os interessados devem preencher o formulário em www.institutoconfucio.com.br até 17 de maio *** Com o objetivo de promover a troca de experiências e debater sobre carreira e liderança no cenário corporativo atual, a Anhanguera de Passo Fundo (RS) realiza nesta terça, às 19h30, um encontro com gestores das áreas de Recursos Humanos, com a participação do psicólogo e consultor Waldez Ludwig. Inscrições pelo portal anhanguera.com/aperfeicoar *** O Museu do Café de Santos, aproveitando a 14ª Semana Nacional de Museus, realiza em maio eventos culturais relacionados ao produto que o batiza. Serão palestras, bate-papos e caminhada pelo Centro Histórico de Santos. Informações pelo e-mail inscricao@museudocafe.org.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Juntar 2 meses e meio de auxílio para comprar cesta básica

Não só a pandemia, mas inflação é ameaça às pretensões de Bolsonaro.

Se mirar Nordeste, Bolsonaro atingirá o próprio pé

Região tem menor média de casos e óbitos causados pela Covid.

Neodefensores do trabalhador ignoraram crise

Desemprego já era estratosférico em 2019, e apoiadores de Guedes nem ligavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.