Custo do trabalho despenca, mas emprego não aparece

Bolsonaro quer agora reforma que legaliza fraude.

Em 2014, o custo do trabalho no Brasil equivalia a 36% do pago pelos patrões nos EUA. Com a “deforma trabalhista de Temer”, tuíta o professor de Economia Marcio Pochmann, o custo caiu para 24%, em 2019, “sem elevar o nível de emprego assalariado formal, que atualmente responde somente por 1/3 do total da ocupação nacional no setor privado”.

Mas, determina a Lei de Murphy, não há nada tão ruim que não possa piorar. “Enquanto a deforma trabalhista de Temer buscou legalizar a informalidade, a proposta atual de Bolsonaro trata de legalizar a fraude nos contratos de trabalho. Não terá força para elevar o nível de emprego, favorecendo só o patronato, com a liberação da precarização no trabalho”, completa o economista.

Em outro tuíte, Pochmann compara: “Da União Europeia vem a posição oficial de que o trabalhador de aplicativo deva ser compreendido como empregado, portanto sindicalizável. Já no Brasil, o Governo Bolsonaro trata da liberalização do patronato para substituir a relação salarial pela relação crédito-débito.”

 

Bye, bye, Brasil

Cada vez mais moradores do Rio de Janeiro tentam a vida no exterior. É o que mostra o aumento nos atos de apostilamentos, serviço de validação de documentos para uso internacional feitos em cartórios, que cresceram 54% no segundo semestre deste ano no Rio de Janeiro, segundo o Colégio Notarial do Brasil – RJ (CNB/RJ).

Entre junho e novembro de 2021, foram realizados mais de 124.532 mil apostilamentos no Rio, enquanto no mesmo período do ano passado foram validados 80.762 mil documentos. Quando observados apenas aqueles referentes a solicitações de vistos para estudos ou abertura de processos de dupla cidadania, o crescimento foi de 106%, passando de 46.034 mil no segundo semestre do ano passado, para 94.644 mil no mesmo período de 2021. Em 2020, os documentos apostilados referentes a quem desejava estudar ou tirar dupla cidadania representavam 57% do total de atos praticados, enquanto em 2021 já representam 76% das solicitações.

 

Inimigo íntimo

As investigações parecem comprovar o que denunciou o grupo Anonymous: o ataque ao site do Ministério da Saúde teria sido um “trabalho interno”.

 

Rápidas

O Proderj realizou, em parceria com a Fundação Ceperj, programa de capacitação de servidores de TIC no Estado do Rio de Janeiro. A Academia Proderj, com 58 cursos de extensão gratuitos e 1,2 mil participantes, deve se repetir em 2022 *** O Lecadô inaugura nesse final de semana uma loja na estação do metrô de Ipanema. É a primeira unidade da marca nesse modelo. A rede encerra 2021 com 42 unidades próprias e franqueadas no Estado do Rio de Janeiro *** O empresário Alexis de Vaulx, do Camarote Incentivo Brasil, debateu com a secretária de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Danielle Barros, sobre a Exposição Carnaval do Rio no único museu de figurino do mundo na França *** O Brasil tem sua primeira Câmara Especializada em Mediação e Arbitragem Imobiliária (Cemai), com os advogados Carlos Henrique Jund Gabriel de Britto Silva em sua diretoria.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Interlagos vai sediar feira de motos e carros

Eventos priorizam testes para clientes e potenciais compradores.

Últimas Notícias

OIT: crises geraram déficit de 112 milhões de empregos no mundo

Guy Ryder: 'efeitos sobre os trabalhadores e suas famílias, particularmente nos países em desenvolvimento, serão devastadores.'

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou na sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,48 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

Representante chinês pede coordenação e estabilidade sobre alimentação

Um representante chinês pediu na quinta-feira para que a comunidade internacional trabalhe em conjunto, no objetivo de estabilizar o mercado global de alimentos, garantir suprimentos diversos de alimentos e facilitar globalmente o comércio agrícola.

Venda de álcool em gel cai pela metade

Relaxamento de medidas restritivas causou queda em produtos de limpeza; já material de higiene pessoal cresceu 4,8% de janeiro a abril.