CVM: Fiscalização em taxas de administração de fundos de varejo

Atualmente, existem cerca de 5 mil fundos de investimento de varejo registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com cobrança de taxas de administração alcançando, aproximadamente, R$ 1 bilhão mensalmente. “Com o objetivo de aprimorar o trabalho de fiscalização e supervisão da divulgação dessas informações por meio dos administradores de carteiras cadastrados na autarquia, a CVM reformulou seu mecanismo de acompanhamento desses dados, promovendo mais agilidade e precisão na análise”.
O novo sistema, baseado na extração, processamento e análise de dados, apresenta dashboard em Power BI que permite a comparação entre o valor calculado pela ferramenta e o número apresentado nos balancetes dos fundos. O trabalho foi elaborado pela equipe da Gerência de Inteligência em Supervisão de Riscos Estratégicos (GRID) e testado pela área que será usuária, a Superintendência de Supervisão de Investidores Institucionais (SIN). Segundo o Gerente Jorge Alexandre Casara, a ferramenta trará benefícios significativos para a indústria de fundos de investimento, os investidores e a CVM.

Ferramenta

“É nossa missão trabalhar para maior eficiência do mercado de capitais. A nova ferramenta de análise de taxas de administração permitirá uma atuação mais precisa, rápida e ampla da equipe de fiscalização e supervisão, garantindo maior qualidade, confiança e segurança informacional aos investidores, bem como otimização do trabalho na CVM”, ressaltou Jorge Casara, gerente da GRID.
Maria Lúcia Macieira de Mello, inspetora da GRID, atuou no projeto e destaca o aumento de alcance na supervisão como um dos principais benefícios. “Com a automatização promovida pela nova ferramenta, será possível acompanhar as taxas de administração de 5 mil fundos, de forma mais rotineira e com ainda mais assertividade”, destacou Maria Lúcia.
“A supervisão dos valores cobrados como taxa de administração sempre foi feita de forma pontual, para uma seleção de fundos de um determinado administrador, no momento em que a instituição estava sendo fiscalizada. A partir do desenvolvimento dessa ferramenta, conseguimos realizar a supervisão de toda a indústria de uma só vez, verificando periodicamente se os valores registrados correspondem àqueles devidos e informados aos cotistas. Dessa forma conseguiremos ser mais efetivos também nas sanções aplicadas, uma vez que ficarão em evidência os participantes que recorrentemente apresentam problemas, possibilitando uma gradação consistente na abordagem com esse participante”, disse Vera Lúcia Simões, Superintendente da SSR.

Leia também:

CVM alerta: Atuação irregular de Business Bank BNI Investiments S.A

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

B 3 lança novos produtos para negociação de estratégias de juros

Operações são estruturadas de contratos futuros de DI, DAP e FRC

Brasil corre risco de desabastecimento de diesel

Alerta foi feito inclusive pela direção da Petrobras

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

Últimas Notícias

B 3 lança novos produtos para negociação de estratégias de juros

Operações são estruturadas de contratos futuros de DI, DAP e FRC

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

JBS tem governança fraca, mas perfil de negócio forte

Brasil corre risco de desabastecimento de diesel

Alerta foi feito inclusive pela direção da Petrobras

Lucros das empresas subiram 55% no primeiro trimestre

Em abril, quase metade das categorias de trabalhadores não conseguiu repor inflação.

PIB dos EUA cai mais que previsto, porém inflação perde ritmo

Recessão não está descartada, segundo analistas.