CVM suspende três empresas de capital aberto

Por não apresentar prestação de informações à Superintendência de Relações com Empresas (SEP).

Mercado Financeiro / 00:24 - 15 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Por não apresentar prestação de informações à Superintendência de Relações com Empresas (SEP) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) três empresas de capital aberto tiveram os seus registros suspensos. Segundo a autarquia, a referida suspensão não exime as companhias, seus controladores e administradores da responsabilidade decorrente das eventuais infrações cometidas até o cancelamento do registro.

Estão na lista as companhias abertas Capitalpart Participações S.A., João Fortes Engenharia S.A. e Longdis S.A., devido ao descumprimento, há mais de um ano, da obrigação de prestar informações à autarquia (previstas na Instrução CVM 480).

A área técnica alerta que, enquanto o registro estiver suspenso, as companhias não podem ter os valores mobiliários por elas emitidos admitidos à negociação em mercados regulamentados, quais sejam: balcão organizado, bolsa ou balcão não organizado.

 

Companhias

 

Com sede em São Paulo, a Capitalpart Participações S.A foi constituída em 1º de junho de 1998, tendo como objeto a participação em outras sociedades, empreendimentos e consórcios, como acionista, sócia, quotista ou consorciada. As principais atividades da companhia são holdings e administração de empresas.

A João Fortes Engenharia, referência no mercado de incorporação e construção, possui mais de 65 anos de experiência no setor e mais de 500 edificações espalhadas por todo o Brasil. Durante esse período foi responsável pela construção de quase 10 milhões de metros quadrados em empreendimentos comerciais, residenciais e shoppings centers. Não importa a finalidade e o porte do empreendimento. Para a João Fortes, todos eles possuem a mesma razão para sair do papel: proporcionar sempre mais qualidade de vida. Sediada no Rio de Janeiro, a companhia tem escritórios em Niterói e Brasília.

A Longdis S.A. foi aberta em 1997, com sede na cidade de Rio de Janeiro. A Companhia tem como objeto social a participação em outras sociedades, comerciais ou civis, nacionais ou estrangeiras, como sócia, acionista ou quotista; a participação em empreendimentos imobiliários e a participação, como cotista, em fundos de investimento regularmente constituídos. As principais atividades são: holdings e administração de empresas. Como atividades secundárias a empresa tem o setor imobiliário e outras atividades de investimento financeiro

 

 

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor