CVM virou órgão de arrecadação

Investidor diz que crime compensa e critica também atuação da Bolsa de Valores.

Fatos e Comentários / 18:51 - 7 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A CVM foi criada para gerar regras e fiscalizar o mercado, mas acabou se transformando num órgão de arrecadação. A crítica é do megainvestidor Luiz Barsi “A gente tem verdadeiros absurdos no mercado. Até o office boy sabe, só a CVM não sabe, infelizmente. Mas eu não quero apontar esses defeitos porque, se você aponta os defeitos, estará consagrando a mediocridade”, declarou em entrevista exclusiva à edição de outubro da Revista RI.

Na visão de Barsi, o crime contra o mercado acaba compensando no Brasil. “A CVM parece que optou por essa trajetória de ser uma agência arrecadadora. Nós tivemos empresas de consultorias e corretoras que andaram divulgando fatos irreais, orientações que penalizaram. Coisas absurdas, mas que, com uma simples multa, acabou tudo. Então, compensou o crime”, destacou.

Barsi também fez duras críticas à atuação da B3. Ao ser indagado sobre a atuação da bolsa, ele afirma que é positiva somente para a própria bolsa. “Para o mercado, não vejo nada. Para a B3 eu vejo muitas alternativas. Tanto é fato que agora elas querem criar CPMF do provento. Nós temos a questão da locação de ações que é permitida. Nós temos o day trade que é permitido”, avalia.

Para ele, o valor das ações da própria B3 é irreal. “Eu não quero ser futurólogo de falar alguma coisa, mas uma ação da B3 hoje custa R$ 56, e ações de outras empresas custam R$ 3. Então há uma dissonância muito grande. Ela tem uma valorização acima daquilo que se pode interpretar como normal. Mas, enfim, é o nosso mercado”, afirma.

 

Caixa

Existem cerca de 9,7 milhões de pessoas diretamente envolvidas com os RPPSs (Regime Próprio de Previdência Social) de estados, municípios e União, com um total de recursos na casa de R$ 200 bilhões. O RPPS é a previdência do servidor público.

 

Informação com entretenimento

A Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ lança nesta quinta um programa de workshops semanais sobre diversos assuntos com personalidades ícones. O primeiro terá como convidado o nutricionista Peterson Mendes e será mediado por Viviane Fernandes, que, junto com Bayard Do Coutto Boiteux e Fábio Rocha, coordenam o novo projeto, que acontecerá sempre às 14 horas no @niceviaapiaturismo

O tema da primeira oficina é “Dietas da moda vão te engordar” e dura 45 minutos. Em parceria com o Portal Consultoria em Turismo, a Fundação Cesgranrio, a Nice Via Apia Turismo e a Escola Técnica de Turismo Cieth, as palestras pretendem discutir problemas da atualidade, dentro de um conceito chamado de edutainment, ou seja, informar com entretenimento.

 

Janela do Guedes

O Ministério da Economia contratará sem concurso, só por processo seletivo simplificado, 100 profissionais, por até 4 anos, prazo que poderá ser prorrogado. As despesas sairão do orçamento do Ministério, já que “visam à substituição de servidores e empregados públicos”.

 

Rápidas

A Ação da Cidadania, em parceria com a Casa Fluminense e outras 20 organizações sociais, fará ao longo de outubro encontros com quatro candidatos a prefeitos do Rio de Janeiro. O primeiro será nesta quinta, às 10h30, com Benedita Silva (PT). Depois será a vez de Renata Souza (Psol), dia 14; Eduardo Paes (DEM), dia 22; e Martha Rocha (PDT), dia 29. Os encontros serão ao vivo pelos canais do Facebook das entidades *** Em 19 e 20 de outubro, às 20h, ocorrerá a live “Ciência e Fé promovendo Esperança para vencer a pandemia do novo coronavírus”. Realizado pela Legião da Boa Vontade desde outubro de 2000, o Fórum Mundial Espírito e Ciência, da LBV está completando 20 anos. Outras informações podem ser obtidas via e-mail forumespiritoeciencia@lbv.org.br *** Nesta sexta-feira, às 19h, o Pestana Hotel Group convida a sommelier Debora Breginski para um bate-papo sobre a história do vinho verde e dicas de harmonização, pelo Instagram @pestanacuritiba e @deborabreginski *** O Lecadô, em parceria com a Associação de Apoio à Mulher Portadora de Neoplasia, terá uma campanha para marcar o movimento de conscientização para o câncer de mama mundialmente conhecido como “Outubro Rosa”. Em todas as lojas da rede de docerias serão disponibilizados folhetos informativos sobre o trabalho desenvolvido pela AAMN e sobre a importância da prevenção.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor