Daimler reduz participação na JV de carros elétricos Denza para 10%

A montadora alemã Daimler está reduzindo significativamente sua participação na Joint Venture Denza, de carros elétricos com a parceira chinesa BYD. No futuro, a Indústria Automotiva BYD deterá 90% da Denza, conforme o anúncio de reestruturação do comunicado da Daimler.

Trabalhadores na linha de montagem em uma fábrica de veículos BYD em Xi’an, província de Shaanxi, noroeste da China, em 25 de fevereiro de 2020. (Xinhua / Liu Xiao)

Xinhua - Silk Road

 

29 Dez (Xinhua) – A montadora alemã Daimler está reduzindo significativamente sua participação na Joint Venture Denza, de carros elétricos com a parceira chinesa BYD. No futuro, a Indústria Automotiva BYD deterá 90% da Denza, conforme o anúncio de reestruturação do comunicado da Daimler.

A empresa sediada em Stuttgart deterá os 10% restantes. A transferência de capital está prevista para ser concluída em meados de 2022.

A Denza, com sede na cidade chinesa de Shenzhen, foi fundada como uma empresa Joint Venture 50-50 em março de 2012. A marca está focada em veículos de luxo. “Em 2022, a Denza apresentará novos modelos ao mercado chinês e buscará novas oportunidades de crescimento”, afirma o comunicado. Fim

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China intensifica reforma de classificação de risco no mercado

A China intensificou a reforma no setor de classificação de créditos, à medida que novas regras para melhorar os padrões e regulamentações do setor entraram em vigor em 6 de agosto, em meio ao esforço mais amplo do país para reduzir os riscos financeiros e liberar ainda mais o potencial de seu enorme mercado de títulos.

China aprimora serviços de transporte para atender viagens de verão

A China vem aprimorando os serviços de transporte ferroviário e aéreo na corrida de viagens de verão, a fim de garantir viagens seguras para os passageiros.

Exportações de NEV da China aumentam 37,6% no ano em julho

As exportações de veículos de nova energia (NEV, sigla em inglês) da China registraram um crescimento anual de 37,6%, chegando a 54.000 unidades em julho, segundo os dados da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (CAAM).

Últimas Notícias

Fiagros têm captação líquida satisfatória até junho

Esses fundos entraram em operação em agosto de 2021

Vendas financiadas de veículos leves e pesados crescem pouco

Em relação a julho de 2021, no entanto, queda é de 18,8%

Índices influenciaram o mercado nesta semana

Ibovespa encerrou nesta sexta-feira com alta de 2,33%

Petrobras informa sobre venda de direitos minerários de potássio

A Petrobras informa que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de seus direitos minerários para pesquisa e lavra de...

China aposta no controle da inflação este ano

BPC: condições favoráveis para manter os preços geralmente estáveis