Datafolha: Lula vence no 1º turno

Os outros pré-candidatos somam apenas 40% da preferência dos entrevistados.

Pesquisa que mostra os índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2022, realizada pelo Instituto Datafolha, e divulgada nesta quinta-feira, revela que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vence no primeiro turno as eleições desse ano para presidente. A pesquisa mostra Lula com 48% das intenções de voto; e registra uma vantagem de 21 pontos para o segundo colocado, o presidente Jair Bolsonaro (PL), que teve 27% de preferência dos entrevistados. A pesquisa ouviu 2.556 pessoas nos dias 25 e 26 de maio em 181 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

O resultado da pesquisa mostra que a vitória de Lula se daria por ter a maioria das intenções de votos válidos. Todos os outros pré-candidatos, juntos, somam apenas 40% da preferência dos entrevistados. Ciro Gomes aparece como terceira opção mais votada, com apenas 7% dos votos. A porcentagem é a mesma para os entrevistados que afirmaram que votarão em branco ou anularão o voto.

Já se houvesse segundo turno, a pesquisa mostra que Lula tem 58% da preferência dos entrevistados, seguido por Bolsonaro, que tem 33%, de acordo com o Datafolha.

A pesquisa mostra também que 4% de entrevistados não souberam em quem votar. André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) alcançaram 2% dos votos e Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU), 1%.

Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (Democracia Cristã), Luciano Bivar (União Brasil), e General Santos Cruz (Podemos) não chegaram a 1% das intenções.

Importante frisar que essa pesquisa foi a primeira feita pelo instituto após a desistência dos pré-candidatos Sergio Moro (União Brasil) e João Doria (PSDB).

O levantamento foi contratado pelo jornal Folha de S.Paulo e está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-05166/2022.

Segundo o Datafolha, esta pesquisa não pode ser comparada com a anterior, realizada em 22 e 23 de março. Pois são cenários distintos, excluindo pré-candidatos que deixaram a disputa e adicionando nomes que passaram a ser apresentados pelas legendas.

Com Informações da Folha de S. Paulo.

Leia também:

Doria desiste da corrida presidencial e pode beneficiar Lula

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

‘Estados nunca respeitaram o princípio da seletividade’

Segundo tributarista, lei do ICMS 'nada mais fez do que acompanhar decisão do STF'.

IPC-S recuou em quatro capitais de maio para junho

Segundo a FGV, a maior queda foi registrada no Rio de Janeiro.

Lei das Estatais: organizações se mobilizam contra possível alteração

Documento enviado aos três Poderes defende diretrizes de governança e conquistas recentes com aplicação da Lei 13.303/2016.

Últimas Notícias

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

China lançará esquema de conexão de swap de juros Continente-HK

O banco central chinês, o Banco Popular da China (PBOC), anunciou na segunda-feira a aprovação de três instituições de infraestrutura financeira para desenvolver um esquema de acesso mútuo conectando os mercados de swap de taxas de juros do continente chinês e da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR), informou Xinhua Finance nesta segunda-feira.

Presidente do Egito inaugura teste de VLT fabricado na China

O primeiro sistema de transporte Veículo Leve sobre Trilhos Eletrificados (VLT) do Egito, construído em conjunto por empresas chinesas e egípcias, começou seu teste no domingo.

‘Estados nunca respeitaram o princípio da seletividade’

Segundo tributarista, lei do ICMS 'nada mais fez do que acompanhar decisão do STF'.

Semana promete com agenda econômica importante lá fora

No Brasil, os destaques ficam com a percepção de que as rachaduras no Teto de Gastos são irrecuperáveis.