De joelhos

O casamento real britânico tem cheiro de mofo, com pessoas que parecem estar vestidas como no século XIX e com a mentalidade do...

O casamento real britânico tem cheiro de mofo, com pessoas que parecem estar vestidas como no século XIX e com a mentalidade do século XVIII. Admite-se o interesse dos britânicos por um passado que, para eles, foi de glória, e para o resto do mundo, de pilhagem e mortes. Mas é inadmissível o destaque dado ao evento pela mídia tupiniquim. Os dois maiores portais de notícias brasileiros (??), UOL e G1, abriram a manchete, e as matérias seguintes, com notícias do casório.

Para se ter uma ideia, nem a edição internacional do The Guardian — jornal inglês — fez o mesmo, optando por noticiar um inicidente na China. O The New York Times e outros jornais norte-americanos destacaram, claro, o novo ataque a uma escola de lá. Sites de periódicos latinos colocaram em manchete o acidente com avião em Cuba, ou as eleições venezuelanas. (Argentina e Chile, porém, se juntaram à subserviência dos jornalões brasileiros).

Para ser sincero, não é de estranhar o destaque dado pelos sites brasileiros ao casamento real. Faz parte do que Nelson Rodrigues chamava de complexo de vira-latas. No caso da nossa elite, é vocação para capacho, mesmo.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Cem anos de Celso Furtado

A atualidade de um dos mais importantes intelectuais do planeta.

A Disneylândia espacial dos trilionários

Jornada nas estrelas escancara a desigualdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Confiança da construção atinge maior nível desde março de 2014

Índice teve alta de 3,3 pontos e chegou a 95,7; já inflação do setor cai para 1,24% em julho.

IPCA-15 apresentou alta de 0,72% em julho

Maiores contribuições vieram da categoria habitação (2,14%), que contribuiu com 0,32%, e de transporte (1,07%), que adicionou 0,22%.

Itaú Unibanco deixa administração da XP

Decisão foi tomada no último dia 23, após análise concorrencial e prudencial; cisão foi aprovada pelo Banco Central.

Abertura de mercado

Após fim de semana tenso, segunda é sempre de trégua, pela ausência de parlamentares em Brasília, quanto mais em período de recesso.

Covid: uma em cinco gestantes e puérperas mortas não tem acesso a UTI

Trabalhador que se recusa a tomar vacina contra a Covid-19 pode ser demitido por justa causa.