Debate interditado

Não é apenas no governo federal que o PT muda seu modus operandi. Em Belo Horizonte, o prefeito interino, Betinho Duarte (sem partido), proibiu, na última segunda-feira, a realização de qualquer manifestação no Centro da cidade, principalmente às sextas-feiras, entre 14h e 18h. Betinho prometeu “levar até às últimas consequências” a ordem, que ele diz ter sido dada pelo prefeito Fernando Pimentel (PT), que se encontra nos Estados Unidos. Os sindicalistas mineiros consideram a proibição antidemocrática e ilegal, argumentando não existe uma lei capaz de impedir manifestações em locais públicos, o que teria de ser feito por decreto ou projeto de lei.

Quitandeiros
Agora que vai deixar o Banco Central, o diretor de Política Econômica, Ilan Goldfajn, poderia, contrariando a trajetória de seus antecessores, em vez de ingressar no mercado financeiro, abrir uma empresa. Seria uma forma didática de ensinar ao setor produtivo como sobreviver aos juros estratosféricos praticados pela nomenclatura do BC. Se faltar experiência, poderia se arriscar numa empreitada menor. Que tal uma quitanda?

Nuclear
A posse da nova diretoria da Indústrias Nucleares do Brasil (INB), que seria hoje na Firjan, foi adiada, sem nova data marcada, por problema na agenda do ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral. A nova direção, porém, já assumiu a empresa oficialmente.

“Fake”
O Detran-RJ informa que os testes realizados até agora com o produto Radar Flash, que promete ação anti-radar, mostraram que ele não funciona. O spray, aplicado sobre a placa do carro, impediria que câmeras instaladas junto aos radares fizessem uma fotografia do infrator. O Detran ainda pretende realizar mais testes, com apoio do Departamento Nacional de Infra-estrutura em Transportes (Denit).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuem manda
Próximo artigoEfeito urna

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...