Deletado

A adesão às teses do tucanato continua provocando estragos na base social do PT. A chapa 1, ligada à Articulação, corrente majoritária no partido, acaba de ser derrotada na eleição para o sindicato dos trabalhadores em informática do Rio de Janeiro (Sindpd-RJ). A Chapa 2, da oposição, teve 1.210 votos contra 1.132 para a situação, numa eleição quem teve 2.455 votantes.

Desprezo&semente
A culpa pela frieza que marca as eleições deste fim de semana em todo o Brasil não deve ser atribuída ao eleitorado. Os brasileiros, que há dois anos acorreram com entusiasmo às urnas com o objetivo de retomar o controle sobre os destinos do seu país, não merecem tal acusação. A abulia que predominou durante a campanha se assenta na pasteurização da maioria dos candidatos, que se permitiram ser rebaixados a produtos de consumo, transferindo para marqueteiros a tarefa de “mexer” com o eleitor.
Se diante de uma das maiores crises sociais vividas pelo país, com o desemprego efetivo atingindo um quarto da população, a saúde aos pedaços, a educação reduzida às estatísticas sobre o número de crianças matriculadas e a violência cada vez mais ocupando o papel do verdadeiro risco Brasil, candidatos preferem se apresentar como habitantes do mesmo país governado pelos doutores pangloss, cabe ao eleitor apenas respondê-los com o desprezo. E, no nível em que for possível em cada cidade, garimpar com as lupas da esperança aqueles que, ainda que não vencendo em 2004, plantem a semente que permita resgatar mudanças efetivas em 2006.

Emprego
As tendências do emprego no Brasil serão objeto de debate durante o 10º Congresso do Coppead, que se realizará de 7 a 8 de outubro no Jóquei Club do Rio. José Pastore (USP), José Márcio Camargo (Tendências) e João Roberto Lopes (Ibase) confrontam, no último painel do evento, suas projeções sobre o tema.

Quatro a um
O Brasil consome cerca de 400 milhões de toneladas de agregados para construção (areia e pedra britada) por ano. Os Estados Unidos, mais de 2 bilhões de toneladas. Isto dá um consumo anual por habitante de duas toneladas para o brasileiro e de oito toneladas para o norte-americano. “O consumo de agregados é medida de desenvolvimento econômico de uma nação”, explica Fernando Mendes Valverde, diretor-executivo da Anepac, entidade do setor que realiza o II Seminário Internacional sobre Agregados para Construção Civil, de 25 a 28 de outubro, no Royal Palm Plaza Hotel em Campinas (SP).

Barrados
O Mercedes Classe A mudou totalmente, mas só na Europa. A exemplo de modelos de outros fabricantes – como o Golf, da Volkswagen, e o Astra, da General Motors – as novas versões não vão chegar ao Brasil. A alegação é de que o mercado brasileiro de veículos de porte médio está fraco e não traria retorno aos investimentos necessários para a atualização dos modelos. O Classe A foi “totalmente reprojetado”, segundo a diretoria da Daimler Chrysler: é 23cm mais comprido, 5cm mais largo e terá opção de câmbio automático de velocidade variável, semelhante ao que equipa o Honda Fit no Brasil. Na Europa os preços variarão de 18 mil euros a 26 mil euros  (de R$ 63 mil a R$ 91 mil) – longe dos padrões dos bolsos brasileiros.

Top
Foi prorrogado até 16 de outubro o prazo de entrega dos casos que irão concorrer ao Prêmio Top Social 2004 da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB). As empresas vencedoras serão conhecidas no dia 30 de novembro junto com o Prêmio Personalidade Política 2004, que teve como vencedor o ministro da Casa Civil, José Dirceu.

Sol
Será instalado na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) o primeiro simulador solar da América Latina. O investimento, de R$ 2,5 milhões, será custeado pela Eletrobrás, com recursos doados pelo Banco Mundial (Bird), por meio do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF). O equipamento simula as condições climáticas ideais para a realização de testes em coletores solares para aquecimento de água. Os testes são necessários para que os produtos recebam o Selo Procel e a etiqueta do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

Por impulso
Cerca de 80% dos consumidores experimentam novos produtos por causa de ações promocionais e demonstração de produtos em super e hipermercados. Os dados constam de pesquisa realizada, em 2003, pela Popai Brasil, com 1.860 consumidores em 31 lojas de Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Artigo anteriorDigas-me quanto gastas
Próximo artigoCastigo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Taxa de carbono vai custar quase € 800 mi à Turquia

Os exportadores turcos de produtos com alto consumo de energia, como cimento, aço e alumínio, poderão enfrentar custos adicionais exorbitantes quando as propostas legislativas...

Sonho da casa própria fica mais distante

Contratação de moradias com recursos do FGTS cai ano após ano.

Moeda chinesa na mira dos bancos centrais

Participação como reserva internacional ainda é baixa… por enquanto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...