Delivery impulsionou venda de veículos de entrega

Já setor de food service, que fechou 2020 com um valor 24% menor devido à pandemia, encerre 2021 com crescimento de 20% sobre este valor.

Levantamento do Mercado Livre apontou que os veículos de entrega disponíveis na plataforma tiveram uma aceleração alavancada pela disparada do comércio eletrônico. A intenção de compra da categoria carros e caminhonetes seminovos de entrega nos quatro primeiros meses de 2021, teve um aumento de 27% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Assim como a categoria de motocicletas 0km – modelos de baixo (até 110 cc) e médio-baixo (150-200cc) deslocamento – frequentemente utilizados como veículos de entrega, que registrou um crescimento de 151% na intenção de compra (agosto de 2021 ante agosto de 2020). Já o interesse por motocicletas elétricas cresceu notavelmente em 2021, a demanda passou de 4% do total das buscas, para 19%.

De janeiro a agosto de 2021, os veículos de entrega seminovos, destacaram-se pelo crescimento da demanda e da intenção de compra – índice registrado quando um potencial comprador inicia uma interação com o vendedor – em ofertas de caminhões leves (anúncios dentro da categoria de carros e caminhonetes). Já os anúncios aumentaram 10% – três vezes mais que toda a categoria – registrando quase 40% de crescimento em intenção de compra, comparando janeiro-abril 2021 contra janeiro-abril 2020.

Os modelos seminovos de caminhões leves com maior intenção de compra foram: Hyundai HR, Kia Bongo, Mercedes-Benz Sprinter Chassi, Iveco Daily e Renault Master. Já os modelos 0km são: Hyundai HR, seguida pelo Renault Master e Mercedes-Benz Sprinter Chassi.

Analisando os anos de fabricação, 50% dos compradores interessados ​​em caminhões leves preferem seminovos dos anos 2011-2015; 30% preferem modelos um pouco mais antigos 2006-2010, para reduzir custos; 16% procuram mais novos 2016-2020; e apenas 4% dos contatos são para anúncios de caminhões leves do ano 2005 ou anteriores.

Em agosto e julho de 2021, foi registrado o maior aumento ano a ano no volume de anúncios e na intenção de compra de motocicletas 0km. A categoria de motocicletas 0km – com modelos de baixo deslocamento (até 110 cc) e médio-baixo (150-200cc), que são frequentemente utilizados como veículos de entrega – registrou um crescimento de 151% na intenção de compra (agosto de 2021 contra agosto de 2020), mais do que o dobro do aumento total na categoria motocicleta (+72%). Já o aumento na demanda, neste mesmo período, foi de 55% nas motocicletas de baixa e média-baixa cilindradas. Mas, na categoria de motocicletas 0km a demanda caiu 10% em relação a agosto de 2020. Porém, as visitas de agosto de 2021 foram 18% maiores que a média de visitas do segundo semestre do ano passado e 9% maior que no mês anterior.

Em 2021, o interesse por motocicletas elétricas cresceu notavelmente, a demanda passou de 4% do total das buscas, para 19%. A intenção de compra passou de 4% – de todos os contatos – para quase 21% (ganhando 15 e 17 pontos percentuais, respectivamente) analisando junho-agosto 2021 contra junho-agosto 2020.

Já pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), que aponta que, entre os anos de 2009 e 2019, as vendas da indústria alimentícia para o setor de refeições fora do lar, que compreende restaurantes, lanchonetes, padarias, bares, redes de fast food, entre outros, cresceu 184,2%, uma média de 11% ao ano, registrando em 2019 um valor acumulado de R$ 184,7 bilhões.

A expectativa é de que o segmento, que fechou 2020 com um valor 24% menor devido à pandemia de Covid-19 (cerca de R$ 139,9 bilhões), encerre 2021 com um crescimento de 20% sobre este valor (R$ 166,9 bilhões); com uma previsão de recuperação completa em 2022. De fato, a retomada do food service fundamenta-se nos seguintes aspectos: declive de infecção e óbitos por Covid-19; evolução do calendário de vacinação; enfraquecimento do teletrabalho; aumento do número de pessoas circulando nas ruas; e flexibilização do funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e praças de alimentação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Receita Federal abre consulta a lote residual de Imposto de Renda

A Receita Federal abriu nesta última sexta-feira consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativo ao mês...

SUS gastou R$ 3 bi com acidentes de trânsito em 10 anos

O Brasil registrou 27.839 indenizações pagas por acidente de trânsito com vítimas fatais entre janeiro e outubro de 2020. Os números mostram que, a...

‘Melhores do Seguro e Resseguro’

Na próxima terça-feira (26), às 18 horas, a Revista Insurance Corp irá transmitir em seu canal no Youtube o prêmio "Melhores do Seguro e...

Últimas Notícias

Guedes fica mesmo avaliado com nota baixa

Apesar de abrir a possibilidade de aumentar a crise econômica e do desrespeito ao teto de gastos ou outras regras fiscais para bancar medidas...

Ex-ministro de Temer substituirá Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento da pasta. A nomeação foi confirmada nesta sexta-feira...

Receita Federal abre consulta a lote residual de Imposto de Renda

A Receita Federal abriu nesta última sexta-feira consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativo ao mês...

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...

81% dos brasileiros têm contas em mais de uma instituição financeira

Oito em cada dez brasileiros têm conta em mais de uma instituição financeira, ou seja, controla suas finanças de força desagregada. É o que...