Delphos: trabalho híbrido para pós pandemia

A pandemia do coronavírus tornou o ano de 2020 um marco de resiliência, de transformação social e econômica e de aceleração de tendências de trabalho, como o home office, a digitalização e a tecnologia da informação. Para a Delphos, alguns desses desafios já faziam parte do seu DNA. Afinal, a empresa tem a missão de oferecer soluções em processos e tecnologia, que tragam o melhor resultado na gestão de seguros. Os avanços tecnológicos estão no seu escopo empresarial.

A Delphos superou as expectativas e entraves deste ano atípico, implementando o home office, o teletrabalho e o desenvolvimento de novos produtos a fim de garantir às seguradoras o foco em suas vendas e ações estratégicas, com boas soluções e a melhor experiência para os usuários.
Entre eles, o SegDelphos (ERP para gestão operacional), o SinDelphos (sistema para avisos e controles de sinistros), o ApiDelphos (portal para análise de pessoas e imóveis visando processos de subscrição), o VinDelphos (BI para visão de negócios), o SvrDelphos (sistema de vistorias remotas) e o SajDelphos (sistema para gestão de ações judiciais).

“A pandemia veio mostrar que a Delphos está pronta para qualquer circunstância que independe de seu controle, como incêndio, desmoronamento, greves etc. Seja o que for, estamos prontos para garantir a continuidade dos serviços”, pontuou presidente da empresa, Eduardo Menezes.
Para o período pós-pandemia, a Delphos dará continuidade aos negócios, com produtos que tragam agilidade e eficiência nos processos. O diferencial será o trabalho híbrido: escritório/casa.

“Para Delphos, o que vai mudar após a vacinação, será o modelo de trabalho. Depois de um período com todos em teletrabalho, voltaremos com parte do trabalho para o escritório. Nenhum serviço será integralmente em home office, porque entendemos que a interação é fundamental para a inovação e o crescimento profissional. Entretanto, praticamente todos os serviços deverão ser, em parte, realizados em home office. Ainda não decidimos como iremos agir, mas a tendência é que todos trabalhem juntos na empresa, pelo menos uma ou duas semanas por mês”, explicou Eduardo Menezes.

No relatório What 800 executives envision for the post pandemic workforce, a consultoria McKinsey & Company, que entrevistou 800 executivos no mundo, destaca que a tendência é um modelo híbrido. A pesquisa indica que a quantidade de pessoas em trabalho remoto deve ser menor do que o que foi visto no auge da pandemia.
Em todos os setores, para 15% dos executivos, pelo menos um décimo de seus funcionários poderiam trabalhar remotamente dois ou mais dias por semana depois da pandemia; e para 7% dos empresários, a quantidade de dias aumenta para três ou mais.

Os setores em potencial para trabalho remoto são os de tecnologia da informação, finanças, seguros e gestão.
O estudo projeta ainda algumas mudanças operacionais no seguro em nível global para 2030, como a simplificação de produtos e a redução do portfólio das seguradoras, com intenso uso de tecnologia na distribuição, emissão, precificação e regulação de sinistros.

Leia mais:

Proprietários de carros não pagarão Seguro DPVAT em 2021

Quali patrocina a restauração e modernização do Cristo Redentor

Randolpho De Souza
Editor de Seguros.

Artigos Relacionados

Planos registram maior número de beneficiários desde dezembro de 2016

Dados de janeiro foram divulgados hoje pela ANS e confirmam tendência de crescimento no país.

Segflix inicia suas atividades e lança curso gratuito

O Segflix, canal de streaming voltado para o mercado de seguros fundado pelo professor Arley Boullosa, iniciou um ciclo de educação à distância e...

Qualicorp anuncia novidades no Rio de Janeiro aos corretores

A Qualicorp anunciou diversas novidades para os corretores no Rio de Janeiro. Durante a live especial TamoJunto Rio, a administradora de benefícios apresentou os...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Investimento chinês em pesquisa aumentará 7% ao ano até 2025

País divulga 14º Plano Quinquenal; desde 1953, PIB cresceu 1.232 vezes.

FMI: orçamento deve atender direitos das mulheres

No Egito, por exemplo, houve mais recursos para serviços públicos de creche.

Planos registram maior número de beneficiários desde dezembro de 2016

Dados de janeiro foram divulgados hoje pela ANS e confirmam tendência de crescimento no país.

MP-RJ pede júri popular para Flordelis e mais oito réus

Deputada é acusada de mandar matar o marido; 11 réus respondem ao processo, mas o MP pediu para não se pronunciar sobre dois deles.

Payroll de fevereiro surpreendeu positivamente as expectativas

Soma-se às surpresas a revisão no número anterior de 49k para 166k e, principalmente, a criação de vagas no setor privado em 465k.