Democracia norte-americana

Além de expor o caráter seletivo da democracia estadunidense, o banimento dos integrantes do movimento Ocupem Wall Street das ruas de Nova York confirmou o tipo de liberdades democráticas que a imprensa dos Estados Unidos prega. A medida foi apoiada por 99% dos “jornalões” locais. Para igualar essa quase unanimidade, só para apoiar o movimento “Salvem os banqueiros”.

Faminto
Enquanto exiba a credencial de “tecnocrata” como meritória, o novo primeiro-ministro da Itália, Mario Conti, já assume mostrando volúpia pelo poder comparável à dos execrados políticos profissionais. Sem ter amealhado um só voto dos italianos, Conti, antes mesmo de esquentar a cadeira, demanda pelo menos um ano de cheque em branco, com convocação de eleições apenas em 2013. Até lá, espera ter liberdade de ação para defender os interesses da banca, espetando a conta nas costas da sociedade que não o elegeu.

Sem intermediários
A tomada de poder pelos tecnocratas sem voto ligados à banca internacional mereceu reportagem do jornal espanhol El País, na segunda: “Estou muito preocupado”, disse o italiano Gualtiero Via, 50 anos, professor de literatura e história em Bolonha. “Um governo que opera sob a ditadura do Banco Central Europeu me assusta. Espero medidas contra os funcionários e cortes em setores que já estão agonizando, como a escola pública”.

Alemães no Rio
À frente de uma comitiva de 120 empresários e autoridades alemães, chega ao Rio o governador do Estado de Baden-Württemberg, Winfried Kretschmann. Ele vem participar de rodada de negócios com empresas brasileiras realizada pela Câmara Brasil-Alemanha (AHK-Rio). Será nesta sexta, no Hotel Windsor Atlântica, das 9 às 11 horas.. Segundo o diretor executivo da AHK-Rio, Hanno Erwes, as empresas alemães tê maior interesse nas áreas eletroeletrônica, mecânica/mineração, máquinas e equipamentos, ambiental, tecidos, alimentação e plástico, entre outras.

Sem álcool
A tolerância zero ao álcool ou outra substância psicoativa no volante foi elogiada pelo diretor-presidente da LBV, Paiva Netto. As medidas aprovadas pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado enfrentam o “perigo que representa o consumo de álcool, particularmente associado à direção de veículos”.

Pelo ralo
Em apenas dois dias, a Cedae, estatal de saneamento do Rio, identificou e corrigiu nas comunidades da Rocinha e do Vidigal cerca de 100 vazamentos de água. Ao todo, eram desperdiçados mais de 690 mil litros de água por dia, o que daria para abastecer um bairro com 3.500 pessoas. A companhia vai também substituir a antiga elevatória da Rocinha, que tem mais de 30 anos, o que vai beneficiar aproximadamente 100 mil moradores da região.

Problema e não solução
Os moradores da Zona Portuária da cidade do Rio de Janeiro, especificamente Saúde e Gamboa, não têm mais linhas de ônibus para se deslocarem para a Zona Norte do Rio. Eles reclamam que o prefeito Eduardo Paes retirou das ruas dos bairros linhas que faziam o trajeto. A Prefeitura alega que a retirada foi necessária por causa das obras do Túnel do Binário. Essa ação da Prefeitura trouxe problemas em vez de soluções. Porque a linha 222, por exemplo, servia para que muitos moradores fossem atendidos no Hospital Jesus, que fica em Vila Isabel. Agora, estes pacientes precisam pegar dois ônibus ou mais para se deslocarem até o hospital. Até a Prefeitura – que é tão perto da Zona Portuária – o morador da Saúde e Gamboa precisa pegar duas conduções.

É o cacete
Um grupo de lojistas do comércio eletrônico que copiar no Brasil a Black Friday, data tradicional nos EUA, logo após o Dia de Ação de Graças, em que as principais lojas oferecem promoções tipo “arrasa quarteirão”. Conhecendo as redes varejistas aqui instaladas – inclusive filiais de multinacionais norte-americanas – os descontos ficarão muito aquém do praticado nos EUA, o que deve contribuir para jogar a iniciativa na lata de lixo, fazendo companhia ao cada vez menos presente Haloween.

Artigo anteriorChamem o agiota
Próximo artigoBomba
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Juntar 2 meses e meio de auxílio para comprar cesta básica

Não só a pandemia, mas inflação é ameaça às pretensões de Bolsonaro.

Se mirar Nordeste, Bolsonaro atingirá o próprio pé

Região tem menor média de casos e óbitos causados pela Covid.

Neodefensores do trabalhador ignoraram crise

Desemprego já era estratosférico em 2019, e apoiadores de Guedes nem ligavam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.