Dependência

“A China precisa mais do Brasil do que o Brasil precisa da China”, arrisca o estrategista-chefe de Investimentos do Morgan Stanley Smith Barney, David Darst, em entrevista publicada na edição deste mês da revista RI. Darst destaca o Brasil como um dos líderes da nova ordem econômica mundial, afirmando que “os brasileiros produzem o que os chineses demandam, e estão administrando isso de forma muito inteligente”.

Upgrade
Mais uma pesquisa, desta vez da Cetelem BGN, braço financeiro do BNP Paribas, infla a classe C tupiniquim, tratada por vários institutos como a “nova classe média”. Segundo o BNP, para ingressar nessa classe ascendente, basta ter renda familiar R$ 1.450, equivalente a 2,3 salários mínimos. Cumprido esse critério – que numa residência com cinco pessoas, basta que cada uma ganhe R$ 290/mês, ou pouco menos de meio salário – 2,7 milhões de brasileiros conseguiram um upgrade social.

AAA
Para ingressar na classe A e B da Cetelem BGN, basta que a família some rendimentos de R$ 2.907, ou 4,6 salários. Nesse caso, cada integrante de uma residência de cinco pessoas teria de ganhar R$ 581,40. Tal patamar lembra a folclórica frase de uma professora, dona de uma empresa de pesquisas, diante desse tipo de classificação: “Se eu e o Antonio Ermírio de Moraes estamos na mesma classe, um de nós dois está na classe errada.” A manter-se essa metodologia, terá de ser criada nova classe social: a triplo A.

Leão de jaleco
A Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (Dmed) deve ser entregue até o dia 30 de março. Médicos, dentistas, hospitais, planos de saúde, clínicas médicas, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas, fonoaudiólogos ou estabelecimentos geriátricos que perderem o prazo pagarão multa de R$ 5 mil por mês de atraso. O alerta é da presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon-RJ), Márcia Tavares.

IDH
O Prêmio Nobel de Economia e um dos criadores do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) Amartya Sen é o convidado internacional da primeira edição do Ibmec Conference, que acontecerá entre 18 de abril e 6 de junho, no Rio de Janeiro. Além dele, intelectuais e líderes empresariais participarão do evento, que terá como tema “O Brasil no novo cenário global”. Mais informações em www.ibmecconference.com.br

Dogma
A The Economist que chega às bancas traz previsões sombrias sobre a vitalidade da economia da Índia. Cita que o crescimento caiu da faixa de 8%-10% para menos de 6% e elege o vilão, quem sabe egresso de Bollywood: a sufocante burocracia, que derrubou os “anos de ouro” alcançados somente através da liberalização da economia, na década de 90. Nenhuma relação entre a queda do crescimento e a recessão mundial.

Solo
Estudos mostram que o fosfato, fundamental para a agricultura,  está cada vez mais raro e, em função da redução da qualidade, o custo de exploração desse recurso natural está cada vez mais elevado. O fosfato do mundo está concentrado em alguns poucos países. Marrocos possui as maiores reservas, sendo responsável por 35% de todo o comércio de rocha fosfática. “No Brasil, importamos cerca de 50% dos fertilizantes fosfáticos que utilizamos. Os solos agrícolas brasileiros são naturalmente pobres em fósforo, o que torna necessária a adubação das culturas com esse nutriente”, diz o pesquisador da Embrapa Solos Vinicius Benites, que apresentou, num encontro no país africano, estudo sobre a produção de fertilizantes organominerais granulados como estratégia de reciclagem de fósforo em agroambientes tropicais.

Consignado?
Diante dos últimos acontecimentos, integrantes do Comitê pela Ética na Corrupção indagam: em caso de rompimento de contratos superfaturados, as propinas eventualmente pagas também são devolvidas?

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRealismo fantástico
Próximo artigoOlé da banca

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Condomínios do Rio podem exigir comprovante de vacinação

É recomendado que tal exigência seja aprovada em assembleia por maioria dos presentes

Agronegócio brasileiro ainda está amadurecendo tecnologicamente

Por Regina Teixeira – Especial para o Monitor Mercantil

Livro traz bastidores de aquisições de startups por grandes empresas

Livro: 'Saída de Mestre: estratégias para compra e venda de uma startup'

Plano de assinatura garante um smartphone novo todo ano

A parceria une o propósito da Samsung de trazer inovação a cada lançamento - desta vez oferecendo sua terceira geração de smartphones - e...

WhatsApp testa funcionalidade de indicação de negócios em SP

Por enquanto só São Paulo terá esse recurso