Deputadas querem evitar reajuste nos trens

Duas deputadas, em ações isoladas, tentam barrar o aumento de 25,5% na tarifa dos trens, que a partir de 2 de fevereiro vai elevar a passagem para R$ 5,90. Alana Passos (PSL) cobra explicações sobre cálculo e pede a revisão do reajuste à Agetransp, a agência reguladora que autorizou a nova tarifa. Já a deputada Renata Souza (PSOL) entrou com uma petição junto ao Ministério Público do Rio para que seja suspenso o reajuste por causa da pandemia da Covid-19.

Marcos Muller (foto divulgação)
Deputado Marcos Muller (foto: divulgação)

Marcos Muller fica na 1ª secretaria

O primeiro-secretário da Mesa Diretora da Alerj, deputado Marcos Muller (SDD), será reconduzido ao cargo. A eleição para a formação da Mesa será no dia 2 de fevereiro, quando acaba o recesso parlamentar. O primeiro nome confirmado foi o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), que será o candidato único para mais um mandato de dois anos. Muller tem base eleitoral em São João de Meriti e está no seu segundo mandato parlamentar.

 

Deputado garante: Witzel não volta

Um dos deputados que compõem o Tribunal Especial Misto que analisa o processo de impeachment do governador afastado Wilson Witzel garante que ele não voltará ao cargo. Witzel está anunciado que, vencido o prazo, voltará automaticamente. Mas o deputado, que pede anonimato, garante que não é bem assim, que o governador em exercício está fazendo um bom trabalho, conta com o apoio da Alerj, e Witzel tem menos de 0,1% de chances de reassumir o cargo.

Anderson Alexandre (foto divulgação)
Deputado Anderson Alexandre (foto: divulgação)

DEAMs para municípios do interior

A Secretaria de Polícia Civil analisa a viabilidade para a instalação de delegacias especializadas de atendimento à mulher (DEAMs) nas cidades de Cachoeiras de Macacu, Casimiro de Abreu, Itaboraí, Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá. O órgão atende a um pedido do deputado Anderson Alexandre (SDD), feito através de emenda parlamentar de prioridade ao orçamento estadual para 2021.

 

Novas regras para transporte escolar

O Governo do Estado terá até o reinício das aulas presenciais para regulamentar o transporte escolar. Semana passada, o governador em exercício Cláudio Castro sancionou a lei aprovada na Alerj que alterou alguns itens da legislação anterior. De autoria do presidente da Alerj, deputados André Ceciliano (PT), e dos deputados Jair Bittencourt (PP) e Sérgio Fernandes (PDT) a nova lei permite o uso de veículos com 12 anos de uso, mas o transportador escolar deverá ter o registro e licenciamento (CRLV) emitido pelo Detran-RJ e classificado na categoria de transportador escolar.

Leia mais:

Alerj: novos deputados mudam composição da Mesa

Alerj com vaga garantida para André Ceciliano

Artigos Relacionados

‘Inteligência’ (sic)

Massacres, ataques e outras tantas concepções que, nos últimos dias, insistem em agredi-la.

Chile, Paraguai, Colômbia… e o Brasil?

Crises políticas e sociais nos países vizinhos acendem alerta.

Na pandemia, BNDES vendeu ações que agora valem o dobro

Em nove meses, banco perdeu R$ 8 bi só em 1 operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Conteúdo online voltado para o ensino e para ganhar dinheiro

Cada vez é mais possível aproveitar o conteúdo online para avanços desde a fluência do inglês das crianças a até aprender a operar como trader na bolsa.

Queda de faturamento atinge 82% dos MEI

Em Minas, 60% dos microempreendedores individuais formalizados na pandemia abriram o negócio por oportunidade.

Inflação oficial fica em 0,31% em abril

Grupo com alta relevante no mês foi alimentação e bebidas (0,40%), devido ao comportamento de alguns itens.

Manhã de hoje é negativa em quase todo o mundo

Em Nova Iorque, Dow Jones e S&P futuros cediam 0,10% e 1,04%, respectivamente.

Projeção da Selic é de 5% no final deste ano

Para o ano que vem, analista projeta 6,5%, dado o alerta do Copom sobre o ritmo de normalização após reunião de junho.