Deputado defende redução no pedágio na Via Lagos

Rodovia privatizada tem o pedágio mais caro do Brasil.

Decisões Econômicas / 17:50 - 22 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Anderson Moraes

O deputado estadual Anderson Moraes (PSL) é um dos autores da indicação, aprovada na Alerj nesta quinta-feira, que autoriza o Governo do Estado a encampar a Via Lagos. A proposta, segundo ele, tem o objetivo de reduzir o valor cobrado hoje pelo pedágio na via, o mais caro do Brasil. O deputado argumenta ainda que os investimentos feitos pela concessionária que administra a Via Lagos não justificam o alto custo do pedágio, que fica mais caro ainda nos finais de semana.

 

Atendimento bancário para surdos

Projeto de lei assinado pelo presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), pede a criação de um sistema de mensagens eletrônicas de texto para o cancelamento de serviços bancários por parte de usuário com deficiência auditiva. Segundo o parlamentar, pessoas com deficiência auditivas estão enfrentando dificuldades junto aos bancos para encerrar conta, cancelar e bloquear cartões e ter acesso a serviços de atendimento ao consumidor. Esse novo canal, defende, vai minimizar essa dificuldade.

 

Punição para maus-tratos a animais

O Governo Federal sancionou lei que torna crime os maus-tratos a animais, com pena de prisão, inclusive. Mas o deputado estadual Marcelo Cabeleireiro (DC) quer uma punição ainda maior. Ele apresentou projeto de lei na Alerj obrigando que toda pessoa ou entidade praticante de crime caracterizado como maus-tratos a animais tenham que arcar com os custos do tratamento veterinário e recuperação do animal.

 

Distribuição gratuita de absorventes

O deputado Jair Bittencourt (PP) é o autor do projeto de lei, em tramitação na Alerj, que assegura a distribuição gratuita de absorventes às mulheres carentes. Pela proposta, o Governo do Estado deverá promover parcerias entre órgãos públicos, sociedade civil e a iniciativa privada para garantir a distribuição gratuita de absorventes higiênicos às mulheres em locais de fácil acesso.

 

Câmara prorroga vigência do app Táxi.Rio

A Câmara Municipal do Rio aprovou a proposta do presidente da Casa, vereador Jorge Felippe (DEM), para a continuidade da plataforma Taxi.Rio, já em operação. Segundo o vereador, o aplicativo trouxe diversos benefícios para a cidade, motoristas e passageiros, como a estimativa de preço para o usuário, a avaliação do profissional e a coleta de informações para nortear políticas públicas.

 

Batismo com olho nas eleições

De olho na reeleição, o vereador carioca Willian Coelho (DC) apresentou projetos de lei batizando 12 ruas de um loteamento em Paciência, na Zona Oeste do Rio. Quer fazer média com familiares e amigos dos homenageados. E ganhar uns votinhos também.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor