Desaceleração econômica dos EUA em 2020

Cerca de 97% de diretores financeiros acreditam nesta tendência.

Internacional / 21:34 - 10 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Cerca de 97% dos diretores financeiros (CFOs) das grandes companhias na América do Norte disseram esperar certa forma de desaceleração econômica nos Estados Unidos em 2020, segundo uma nova pesquisa divulgada na última quinta-feira. No geral, 12% dos CFOs disseram acreditar que uma queda já começou, e 14% acreditam que eles já veem sinais de uma queda nas operações da sua companhia, segundo a pesquisa CFO Signals, conduzida pela Deloitte, para o quarto trimestre de 2019.

A pesquisa foi conduzida de 11 a 22 de novembro e entrevistou 147 CFOs de grandes companhias da América do Norte com mais de US$ 3 bilhões de receita anual cada.

Oitenta e dois por cento dos CFOs disseram terem tomado pelo menos uma ação defensiva em resposta a ou em antecipação de uma desaceleração, bem acima dos 54% no primeiro trimestre de 2019. Apenas 3% dos CFOs não espera ou vê sinais de uma desaceleração ou recessão, segundo a pesquisa.

O estudo também mostrou que os CFOs expressaram crescente preocupação sobre o impacto econômico das tensões no comércio, distúrbio político e desacelerada demanda dos consumidores.

Segundo a agência Xinhua, o Banco Mundial previu na quarta-feira que o crescimento econômico dos EUA desaceleraria para 1,8% em 2020, ante um estimado 2,3% em 2019, refletindo o impacto negativo da elevação de tarifas e maior incerteza política.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor