Desenvolve SP registra R$ 1 bi em crédito para micros

138
Rua 25 de Março, em São Paulo (Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas)
Rua 25 de Março, em São Paulo (Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas)

A Desenvolve SP, agência de fomento vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) do Governo de São Paulo, registrou na última sexta-feira a marca de R$ 1 bilhão em crédito liberado a agentes públicos e micro, pequenos e médios empreendedores em todos os municípios paulistas.

O resultado de 2023 é 36% maior que os 12 meses de 2022 (R$ 735,7 milhões) e 35,8% acima do desembolso de todo ano de 2021, que foi de R$ 736,1 milhões.

Dados consolidados até 22 de dezembro revelam ainda que, desde a sua criação em 2009, a Desenvolve SP registra um desembolso total acumulado de R$ 7,06 bilhões, distribuídos em mais de 18 mil operações. Ao longo desses quase 15 anos de atuação, a agência prestou serviços a 1.918 empresas e beneficiou 228 municípios.

A agência disponibilizou recursos por meio de 26 linhas de crédito, abrangendo áreas estratégicas como agricultura, inovação, sustentabilidade, maquinário e equipamentos, capital de giro, além das recém-lançadas linhas Desenvolve Mulher e Desenvolve Mulher Sustentável, que entraram em vigor em março de 2023.

Espaço Publicitáriocnseg

Também se destacam os crescimentos das liberações de crédito para prefeituras (289%), que saltaram de R$ 140 milhões em 2022 para R$ 545 milhões este ano, e dos desembolsos para aquisição de máquinas e equipamentos, que subiram 26% – de R$ 145 milhões em 2022 para R$ 183 milhões em 2023.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Jorge Lima, o significado de R$ 1 bilhão em desembolsos é que o Governo do Estado está cumprindo seu compromisso de gerar empregos, renda e desenvolvimento nos 645 municípios paulistas. “A liberação de crédito para empreendedores e municípios ajuda a acionar a alavanca do desenvolvimento em São Paulo, um Estado que demostra resiliência e vanguardismo, destacando-se como centro de inovação e empreendedorismo do país”, emenda Jorge Lima.

Na visão do diretor-presidente da Desenvolve SP, Ricardo Brito, o volume desembolsado é de maior qualidade. “Os créditos para projetos de prefeituras e investimento privados cresceram relativamente mais, fatos que reforçam o compromisso da Desenvolve SP de democratizar o crédito para geração de desenvolvimento, empregos e renda no estado de São Paulo”, explica.

Liberação de crédito

Entre janeiro e novembro de 2023, a Desenvolve SP registrou o melhor resultado no período pós-pandemia. Foram desembolsados nestes 11 meses mais de R$ 865,3 milhões, montante 34,7% maior que os R$ 642,2 milhões do mesmo período do ano passado e 29,2% superior aos R$ 669,5 milhões de 2021.

Destes R$ 865,3 milhões, R$ 435,4 milhões (50,3%) foram para empresas privadas. Os outros 49,7% (R$ 429,9 milhões) restantes equivalem a liberações de crédito para prefeituras paulistas investirem em mobilidade urbana, inovação, infraestrutura etc. O desembolso para gestores públicos teve alta expressiva de janeiro a novembro: 1.333% na comparação com igual período de 2021 (R$ 30 milhões) e 319% tendo os mesmos 11 meses do ano passado como parâmetro, quando houve a liberação de R$ 102,6 milhões.

Ainda de janeiro a novembro, a agência disponibilizou mais de R$ 2,6 milhões das linhas de crédito exclusivas para as mulheres administradoras de empresas. Foram liberados também R$ 350 milhões a gestores públicos, micro e pequenos empresários das seis cidades que ficaram em situação de calamidade por causa das fortes chuvas no litoral paulista durante o Carnaval.

No dia 20 de outubro, a Desenvolve SP atingiu outra marca significativa: R$ 739,1 milhões em desembolsos em 2023, valor superior ao registrado em todo o ano de 2022 (R$ 735,7 milhões).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui