Desgaste político: o custo da lealdade em momentos de fragilização

Cenário internacional majoritariamente em alta neste começo de mês.

O mês de julho começa com reverberações políticas originadas no primeiro semestre de 2021. A tensão em Brasília circunscreve denúncias na compra de vacinas e os mercados financeiros estão acompanhando de perto os ruídos que se propagam do Distrito Federal e permeiam todo o Brasil. Depreende-se, pois, que frente às investigações da CPI da Covid e de tais denúncias de corrupção a fragilização do governo federal tende a ser inegável na perspectiva de alguns segmentos sociais e principalmente do denominado Centrão. É por este motivo que as ações para manter a continuidade das alianças com os políticos do Centrão – a fim de garantir estabilidade e governabilidade mínima – estão sendo estudadas e materializadas na medida do possível. No entanto, algo parece irrefutável na política brasileira: à medida que a vulnerabilidade se soma aos boatos e alaridos – que vão de encontro ao governo – mais recursos são necessários para manter a lealdade daqueles que foram convocados originalmente em tempos quietude. Por fim, mesmo com as dificuldades políticas, os ativos domésticos podem ser beneficiados por um viés positivo emanado do cenário internacional, somando-se à grande liquidez global, mas, sendo abalizados pela proposta da reforma tributária. Em paralelo, no mercado cambial, é provável que o real sofra oscilações perante ao desgaste no jogo de poderes supramencionado.

As Bolsas europeias e os índices futuros de Nova Iorque operam em alta neste começo de julho. Alguns indicadores econômicos são observados como prognóstico positivo no que se refere à uma recuperação consolidada para o segundo semestre de 2021. No entanto, o otimismo é observado mais no Velho Continente do que nos EUA uma vez que, em solo norte-americano, os investidores esperam novos sinais sobre os rumos da política monetária – que será pronunciada pelo dirigente do Federal Reserve – conjuntamente com uma série de dados que será divulgada a posteriori. Importante frisar também que o petróleo fica mais resistente frente à reunião da cúpula da Opep cujos membros deverão estabelecer um norte sobre o nível de oferta da commodity. Às 7h36, Londres subia 0,65%, a de Paris avançava 0,29% e a de Frankfurt se valorizava 0,53%. Em paralelo, no mercado futuro, o Dow Jones subia 0,07%, enquanto o S&P 500 avançava 0,04% e o Nasdaq cedia 0,19%. Por fim, do outro lado do globo, as Bolsas da Ásia encerraram a sessão em baixa generalizada no dia de hoje. O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,29% em Tóquio, enquanto o Hang Seng recuou 0,57% em Hong Kong, o sul-coreano Kospi cedeu 0,44% em Seul. Na China continental, o Xangai Composto teve baixa marginal, de 0,07%. Na Oceania, o S&P/ASX 200 caiu 0,65% em Sydney.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa Câmbio do Travelex Bank

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Auxílio Brasil, CPI da Covid e PEC dos Precatórios no radar de hoje

Principais Bolsas operando próximas à estabilidade e petróleo retomando queda podem pesar no Ibovespa nesta quarta-feira.  

Tensão prolongada

Ontem foi um dia muito ruim para os mercados domésticos, com a Bovespa perdendo 3,28% e índice em 110.672 pontos.

Conversa com Investidor: Kepler Weber (KEPL3)

Por Werner Roger, sócio e gestor da Trígono Capital.

Últimas Notícias

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.

SP registra queda de 13% em mortes de trânsito ante setembro de 2020

Número de óbitos caiu de 455 em setembro do ano passado para 396 no mesmo período de 2021.

Supermercados tiveram queda de 7,15% em vendas

Período avaliado em São Paulo foi de 12 meses, já Rio registra expansão de 41,5% de novas unidades no primeiro semestre.

Dez anos após morte de Kadafi, Líbia sofre a pior crise humanitária

Em 2016, Obama chegou a reconhecer que seu pior erro foi não ter acompanhado de maneira efetiva o conflito após a queda do líder líbio.

Procedimentos contraceptivos têm queda na saúde suplementar

Pandemia impactou a realização de laqueaduras tubárias e o implante de dispositivos intrauterinos.