27.6 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 15, 2021

Despesa extra

O BNDES vai pagar a bagatela de R$ 712.379,01 para a Fundação Economia de Campinas (Fecamp) elaborar o estudo “O Brasil na era da globalização: condicionantes domésticos e internacionais ao desenvolvimento”. A contratação, feita com dispensa de licitação, foi defendida junto à diretoria do banco pelo próprio presidente, Demian Fiocca. Da bolada, R$ 55.323 se destinarão somente para pagar diárias no país e despesas com transporte.
O BNDES poderia reunir, em menos de uma hora, pelo menos dez funcionários com doutorado, com capacidade e tempo para fazer o mesmo estudo – sem custo para o banco, além talvez, das despesas com transporte.

Em casa
Responsável por 32% da produção de remédios contra a Aids no Brasil, a Farmanguinhos já produz sete dos 17 medicamentos que compõem o coquetel anti-Aids. Para o diretor da instituição, Eduardo de Azeredo Costa, ao avançar progressivamente em pesquisa e manter-se capacitada para produção nacional por preços acessíveis, a Farmanguinhos permite que o governo brasileiro aumente seu poder de negociação junto aos laboratórios multinacionais.

Paralisia
Para o economista Maurício Dias David, diretor de estudos sobre economia global do Núcleo de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (NEST/UFF), existe uma “mão invisível” segurando a economia brasileira, bem diferente daquela idealizada por Adam Smith. “A maioria dos candidatos insiste nessa idéia de que paralisando a economia e mantendo parte da população na miséria conseguiremos a estabilidade. Por causa disso o ideal do desenvolvimento está se perdendo e o concurso público passou a ser a miragem do brasileiro hoje”, avalia David, que integra o Conselho Editorial do MM.

Oferta e procura
Aproveitando o grande fluxo de pessoas na Rodoviária Novo Rio em função do término das férias escolares (25 mil desembarques), a Socicam, empresa que administra o terminal, apóia o trabalho do Hemorio para aumentar a doação espontânea de sangue. Até o próximo dia 4 funcionários do órgão estarão distribuindo folhetos com informações sobre como doar. O Hemorio atende a 200 hospitais do Estado do Rio de Janeiro e durante o mês de julho registrou uma queda de 20% na coleta de bolsas de sangue. A cada quatro minutos alguém precisa de uma bolsa de sangue no estado; no entanto, apenas 1,6% da população fluminense adota a prática da doação.

Música
O projeto Música no Museu foi selecionado para o Prêmio Rodrigo de Melo Franco de Andrade/2006, na categoria Divulgação. A premiação é iniciativa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a seleção, feita pela comissão regional do Rio de Janeiro, foi enviada à comissão nacional. O projeto, que conta com apoio do MONITOR MERCANTIL, já realizou 230 concertos este ano e deve fechar 2006 com a marca de 400 espetáculos.

Bondade
Deve-se duvidar da intenção do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, ao propor a redução, de 50% para 40%, da multa rescisória do FGTS. A multa, originalmente de 40%, paga pelos empregadores no caso de demissão sem justa causa, foi elevada em 2002 pelo presidente Fernando Henrique Cardoso como forma de fazer caixa para cobrir o pagamento do acordo da correção do FGTS relativa aos planos Verão e Collor 1, pagos em até sete parcelas semestrais. Acontece que, na mesma ocasião, foi elevada, de 8% para 8,5%, a alíquota de contribuição mensal dos empregadores ao Fundo. Essa alíquota deveria voltar aos 8% no fim de 2006. A proposta do ministro pode desviar atenção e a equipe econômica do governo acabar “esquecendo” de reduzir o percentual.

Abalou
A cantora Ivete Sangalo turbina a agência de entretenimento pilotada por seu irmão Jesus Sangalo. A Caco de Telha faturou R$ 35 milhões no ano passado e espera ultrapassar R$ 40 milhões em 2006. A agência promove mais de 500 eventos por ano. Na carteira de clientes estão, além de artistas, empresas como Danone e Mastercard.

Artigo anteriorIbope
Próximo artigoPara cima
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.