Despesas de planos de saúde aumentam 71% e preços sobem 90%

Número de exames solicitados cresce e o de beneficiários cai.

Em cinco anos, as despesas do setor de planos de saúde médico-hospitalares registraram crescimento de 70,8%. É o que mostra a “Análise Especial do Mapa Assistencial da Saúde Suplementar no Brasil entre 2014 e 2019”, publicação do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). No intervalo analisado, os gastos com a assistência passaram de R$ 105 bilhões para R$ 179 bilhões.

No mesmo período, o valor dos planos de saúde individuais tiveram aumento de 90%, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esses planos têm os aumentos regulados pela ANS e por isso sofrem reajustes inferiores aos dos planos de pequenas e médias empresas.

Observamos que houve aumento de 28,1% no número de procedimentos por beneficiário e de 37,7% do gasto per capita” no período, aponta José Cechin, superintendente executivo do IESS. “Isso corresponde a um salto de 14 exames complementares por beneficiário em 2014, por exemplo, para 19 em 2019.

Além disso, as despesas com terapias e outros atendimentos ambulatoriais mais que dobraram, registrando aumento de 150% e 107,4%, respectivamente”, completa o especialista. Ele ainda lembra que, no mesmo intervalo de tempo, o número de brasileiros com planos de saúde foi de 50,1 milhões para 47 milhões, redução de 6,1%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

CVG-RJ celebra missa de 56 anos de fundação

Octávio Perissé: 'A importância do Seguro de Vida na proteção dos lares e das famílias brasileiras'

Icatu amplia benefícios para os corretores especialistas

O primeiro colocado em produção ganhará um carro zero quilômetro

Planos de saúde odontológicos crescem 8,8% em um ano

Passaram de 27 milhões em abril do ano passado para o patamar atual de 29,4 milhões

Últimas Notícias

Café torrado, óleo de soja e leite UHT retraem em 2022

Cesta de bens de consumo massivo representará 37% da renda dos latino-americanos em 2022.

Safra de soja 2021/22 tem previsão de 126,18 mi de t

Estudo projeta 116,10 mi de t para as duas safras de milho.

China intensifica esforços para aliviar carga tributária das empresas

Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

China lançará esquema de conexão de swap de juros Continente-HK

O banco central chinês, o Banco Popular da China (PBOC), anunciou na segunda-feira a aprovação de três instituições de infraestrutura financeira para desenvolver um esquema de acesso mútuo conectando os mercados de swap de taxas de juros do continente chinês e da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR), informou Xinhua Finance nesta segunda-feira.