Destruição das infraestruturas em Gaza tem custo de quase 100% do PIB da região

Custo da destruição das infraestruturas em Gaza chega a US$ 18,5 bilhões; mais de 1 milhão está sem casa

89
Principal hospital de Gaza destruído por Israel
Principal hospital de Gaza destruído (Xinhua)

O custo dos danos às infraestruturas críticas em Gaza causados pelos ataques de Israel é estimado em cerca de US$ 18,5 bilhões, de acordo com relatório divulgado nesta terça-feira pelo Banco Mundial e pelas Nações Unidas.

O documento, que foi realizado com o apoio financeiro da União Europeia, mostra que o custo dos danos é equivalente a 97% do Produto Interno Bruto (PIB) combinado da Cisjordânia e de Gaza em 2022.

O relatório de avaliação provisória de danos utilizou fontes remotas de recolha de dados para medir os danos às infraestruturas físicas em setores críticos ocorridos entre outubro de 2023 e o final de janeiro de 2024.

Desespero do filho consolado pela mãe em Gaza
Desespero do filho consolado pela mãe em Gaza (foto Xinhua)

A conclusão é que os danos às estruturas afetam todos os setores da economia. A habitação é responsável por 72% dos custos. As infraestruturas de serviços públicos, como água, saúde e educação, representam 19%, e os danos em edifícios comerciais e industriais alcançam 9%.

Espaço Publicitáriocnseg

Estima-se que 26 milhões de toneladas de detritos e escombros tenham sido deixados na sequência da destruição, uma quantidade que se estima que levará anos para ser removida, observou o relatório.

O levantamento também mostrou que mais de metade da população de Gaza está à beira da fome e toda a população sofre de insegurança alimentar aguda e desnutrição. Mais de 1 milhão de pessoas estão sem casa, e 75% da população está deslocada.

Com Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui