Desviar da tempestade perfeita

Especialistas debateram alternativas ao cassino mundial.

Mobilizar lideranças mundiais para implementar uma nova arquitetura econômica e de segurança o mais cedo possível, dada à atual espiral de colapso e perigo de guerra. Este o objetivo da conferência internacional do Schiller Institute, realizada neste final de semana, intitulada “Não pode haver paz sem a reorganização da falência do sistema financeiro transatlântico moribundo”. Participaram da conferência 31 palestrantes, de 12 países, incluindo Rússia, China, Brasil, Índia e Afeganistão.

Helga Zepp-LaRouche, fundadora do Instituto Schiller, enfatizou na conclusão da conferência: “Estamos caminhando para a tempestade perfeita. Estou absolutamente convencida de que antes do final do ano as coisas terão mudado drasticamente, e esse é o momento em que você pode injetar ideias.” O Instituto Schiller vai reeditar uma chamada internacional para o Novo Bretton Woods.

Felipe Quintas, professor de Ciência Política da Universidade Federal Fluminense e habitual colaborador do Monitor Mercantil, foi o representante do Brasil. Ele falou sobre “O Papel do Brasil no Diálogo das Civilizações e na Economia Física Mundial”, abordando a riqueza de recursos e a missão do Brasil para “romper o Atlântico Sul do imperialismo anglo-saxão” quanto as relações benéficas já em movimento através dos Bricas e as relações com a Ásia e a África. Quintas discorreu sobre a formação étnica brasileira e as características do país que credenciam o Brasil a um papel destacado em um mundo marcado pela integração, não pela competição.

 

Mercado não quer perder

Com uma base muito fraca no Congresso, as barreiras para converter as propostas do recém-eleito presidente da Colômbia, Gustavo Petro, em itens viáveis serão elevadas, analisa Ales Koutny, gerente de porftólio e corresponsável da estratégia para mercados emergentes na Janus Henderson Investors. “Da proibição de novos projetos petrolíferos à saúde e educação gratuitas, a criação de uma base forte no governo será vital para fazer passar a legislação.”

Koutny destaca que haverá muitos desafios, a começar pela alta inflação e o desemprego, e defende que Petro mantenha “os mercados do seu lado”, pois “qualquer dúvida sobre a posição fiscal do país colocará uma pressão indevida na moeda”.

Se for para fazer isso, por que eleger um presidente de esquerda?

 

Cerco se fecha

Em uma hipotética reunião de governantes da América do Sul, Bolsonaro só encontraria eco nos pequenos Uruguai e Equador.

 

Rápidas

Os reflexos nocivos do imaginário neoliberal na sociedade e o empobrecimento cultural são alguns dos temas na coletânea Brasil despedaçado: crônicas de ruptura e barbárie, que será lançada nesta terça-feira, às 16h, em evento virtual pelo canal do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) no YouTube *** Estão abertas as inscrições para o treinamento online “Climate Reality Leadership Corps 2022”, iniciativa da organização fundada pelo ex-vice-presidente dos EUA Al Gore e representada pelo Centro Brasil no Clima (CBC).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Triste realidade

Em cada 4 bairros do Rio, 1 tem milicianos ou traficantes

Pré-candidatura de Ceciliano ao Senado ganha apoio na Região Serrana

Prefeito do PSB vira as costas para candidato do partido.

Poderes…

‘Como são lindos como são lindos os burgueses’

Últimas Notícias

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência

Comércio varejista tem prazo até 30 de junho de 2023 para continuar vendendo os produtos com a etiqueta antiga.

Mercado pet deve crescer 14% em 2022

Chile é o país que mais importou produtos pets brasileiros no primeiro trimestre; setor prevê novas exportações neste ano.

FGTS vira moeda do governo para movimentar a economia

Atualização monetária das contas do Fundo não acontece e trabalhador continua no prejuízo.

EUA: tiroteio em escola bate maior número em 20 anos

Segundo relatório, houve apenas 23 incidentes com vítimas fatais durante o ano letivo de 2000/2001.

Bebidas Online busca captar R$ 2 milhões com pessoas físicas

Com crescimento projetado de 19% para 2022, startup de delivery de bebidas usará recursos nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos e expansão do time