‘Diáspora venezuelana’: como nasce uma ‘fake news’ – 1

Há coisa de pouco mais de um ano que a mídia norte-americana, reproduzida no Brasil, fala de migração em massa de...

Há coisa de pouco mais de um ano que a mídia norte-americana, reproduzida no Brasil, fala de migração em massa de venezuelanos, abandonando o país presidido por Nicolás Maduro. Esta semana, o Washington Post publicou um artigo de Ishaan Tharoor, que afirma que 4 milhões de pessoas – “10% da população” – “fugiram” da Venezuela. Cita como fonte uma pesquisa da Brookings Institution. O número é impressionante, assim como o erro do cálculo: com uma população de 31,1 milhões de pessoas, o êxodo alcançaria espantosos 13%. A coluna foi atrás da tal pesquisa no site da entidade; ela não existe. O que há é outro artigo, de título escandaloso (“Venezuela’s refugee crisis will exceed Syria’s; we must help”), de autoria do economista israelense-venezuelano Dany Bahar, integrante da Brookings.

O que diz Bahar: “Estimativas sugerem que já são 4 milhões de venezuelanos que deixaram o país em busca de melhores condições de vida.” Um tanto vago, mais ainda para um especialista, que apenas joga o número sem citar a fonte. E que número, nem a inflação venezuelana conseguiria jogar tão alto. Como o site Diário Liberdade mostrou – e o MONITOR MERCANTIL publica na primeira página desta edição – com base em dados da ONU, o estoque de venezuelanos que migraram, até a primeira metade de 2017, era de 657.439 pessoas. Se alguém acredita que perto de 3,3 milhões deixaram o país em um semestre, que pelo menos diga como conseguiram esta façanha.

Bahar fala que a vizinha Colômbia recebeu 750 mil migrantes somente em 2017, totalizando 2 milhões desde 2014. A fonte destes números? Nenhuma. Para um país de 48 milhões de habitantes, significaria receber uma migração de mais de 4% de sua população – algo impossível. E para onde teriam ido os 2 milhões restantes? Para o Brasil não vieram, e os pequenos vizinhos não suportariam. Teriam voado para Miami?

O que é a Brookings Institution? Veremos na edição de amanhã.

 

Chips

A Finep e o BNDES se reuniram nesta quarta na Corregedoria-Geral da União, em Brasília, para identificar soluções para a recomposição das garantias da Unitec Semicondutores. Considerada estratégica para o país, a maior e mais moderna do gênero da América Latina, a indústria de chips de Ribeirão das Neves (MG) se encontra em fase pré-operacional desde o fim de 2016, mas ainda precisa apresentar garantias para receber mais R$ 200 milhões para alavancar a produção dos componentes microeletrônicos. A Finep quer viabilizar o projeto, fechando acordo para liberação da última parcela que lhe cabe (R$ 72 milhões).

 

Substituição questionada

Decisão do STF permitirá que empresas que recolhem o ICMS pelo chamado MVA – Média de Valor Agregado solicitem aos estados a restituição de valores pagos a mais. O caso envolve a substituição tributária, em que as receitas cobram antecipadamente o valor do imposto.

Porém, a deliberação do Supremo permite que o contribuinte receba a diferença do imposto nos casos em que o valor de venda do produto for menor que o presumido. Santa Catarina já anunciou que retirará a maioria dos produtos da substituição tributária.

Felipe Romano, advogado tributarista do escritório Novoa Prado Consultoria Jurídica, acredita que o mesmo deve ocorrer em outros estados em breve, já que a demanda de ações de ressarcimento por parte do contribuinte deva crescer nos próximos meses.

 

Rápidas

A FGV Projetos realiza na próxima segunda-feira o seminário “Reforma da Previdência: uma reflexão necessária”, com os secretários da Receita, Jorge Antonio Rachid, de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, e de Acompanhamento Fiscal, Mansueto de Almeida. Informações: http://fgvprojetos.fgv.br/eventos/reforma-da-previdencia-0 *** Nesta quinta, o Shopping Grande Rio celebra o Dia Internacional da Mulher com a apresentação dos violinistas da Orquestra Sinfônica da Baixada (OSB), às 20h. E o Shopping Jardim Guadalupe, em parceria com a Clínica da Família Maestro Celestino, realiza campanha de vacinação contra febre amarela, das 10h às 15h *** Na sexta-feira, o Caxias Shopping fará uma homenagem às mulheres no show com a cantora Val Bahia. Começa às 19h30 *** A rede Megamatte inaugurou sete unidades nos dois primeiros meses do ano. A rede espera alcançar 190 lojas em todo o Brasil até abril de 2019.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

TSE forma maioria contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

PT, PCdoB e PROS pedem cassação da chapa por cometimento de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.

Scheer Churrasqueiras dobra vendas na pandemia

Empresa lançou 25 itens em sua linha residencial.