Dia de liquidez contraída

244

Em dia de importante feriado nos EUA (Dia da Independência) e de grandes comemorações, os mercados no mundo perdem muito da liquidez e do referencial de preços dos ativos. Ontem, os mercados americanos já sinalizaram isso com afrouxamento na parte final dos pregões, mexendo também com a Bovespa.

A Bovespa encerrou praticamente estável, com alta de 0,03% e índice em 96.235 pontos, mas na máxima do dia chegou a atingir 97.864 pontos, já bem perto daquela região que temos indicado com importante ser superada. O Dow Jones encerrou com alta de 0,36% e o Nasdaq com +0,52%. O dólar subiu no exterior e puxou alta de 1,01% no Brasil, com a moeda cotada a R$ 5,36.

Hoje mercados na Ásia com comportamento bem positivo e destaque para a Bolsa de Xangai com valorização de 2,01%. Europa iniciou o dia no campo positivo e passou para o negativo com profundas perdas nesse início de manhã. Os futuros do mercado americano mostrando comportamento misto.

Aqui, mantemos nossa posição que é preciso aproximar e superar a zona de 98 mil/99 mil pontos, para ganhar maior consistência de recuperação.

Espaço Publicitáriocnseg

Investidores no mundo estão animados com o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19, mas também com preocupações com o aumento do contágio em países, principalmente nos EUA e mais especificamente na Flórida. Em existindo uma segunda onda, certamente teremos retardos na recuperação das economias, maiores esforços de Bancos Centrais, governos e novas restrições ao contato social.

O dia está sendo de anúncios de índices PMI da atividade de serviços e composto (inclui industrial) em diferentes países para o mês de junho fechado. No Japão, o índice de serviços subiu para 45 pontos (anterior em 26,5 pontos), e na China o Caixin de serviços em alta para 58,4 pontos, lembrando que indicadores acima de 50 pontos sinalizam expansão da atividade, e baixa contração. Na Alemanha, o PMI composto teve alta para 47 pontos e na zona do euro subiu para 48,5 pontos, vindo de 31,9 pontos. No Reino Unido, o índice de serviços expandiu até 47,1 pontos (anterior em 29 pontos) e o composto com alta para 47,7 pontos, vindo de 30 pontos.

O Fed mostrou leve encolhimento do tamanho de seu balanço patrimonial para US$ 7,06 trilhões, por conta da redução de operações de swaps com outros bancos centrais. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em Nova Iorque mostrava queda de 1,62%, com o barril cotado a US$ 39,99. O euro operava com leve queda para US$ 1,12. O ouro e a prata tinham quedas na Comex e commodities agrícolas com viés de queda e destaque negativo para suco de laranja.

Aqui, o presidente Jair Bolsonaro ontem em live disse que o auxílio emergencial custa por mês R$ 50 bilhões e que não pode ser muito estendido. Já o ministro Marinho disse que no momento a reforma tributária é a mais importante. O MP do RJ intimou o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro e sua esposa, para depoimento sobre "rachadinha".

Já os últimos indicadores de conjuntura divulgados indicam que no segmento do mercado de trabalho o fundo do poço ainda não foi ultrapassado como em outros. No mercado local, a Bovespa pode até tentar alguma recuperação se noticiário melhorar, mas a sinalização é de queda para o último dia da semana. O dólar deve seguir fraco e juros em queda.

.

Alvaro Bandeira

Economista-chefe do Banco Digital Modalmais

Fonte: www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui