Diesel cai pela quarta vez em 2023 e segue em baixa em abril

2195
Bomba de diesel (Foto: divulgação)
Bomba de diesel (Foto: divulgação)

O preço médio do litro do diesel registrou sua quarta queda consecutiva em 2023. Os dados são do período de 1º a 26 de abril. O preço médio do tipo comum fechou o período a R$ 6,15, com recuo de 2,40%, ante março. O tipo S-10 foi comercializado a R$ 6,25, com redução de 2,20%. Os dados são do último Índice de Preços Ticket Log (IPTL).

O litro do diesel ficou mais barato em todas as regiões brasileiras e o Sul liderou o ranking da baixa mais expressiva para o tipo comum, de 2,73%, que fechou a R$ 5,62, menor preço médio do país para o combustível. No Centro-Oeste esse mesmo destaque foi para o S-10, recuo 2,46%, à média de R$ 6,19. O Sul também registrou o menor preço médio do país para o tipo S-10, vendido a R$ 5,71.

As médias mais altas para ambos os combustíveis foram identificadas nas bombas de abastecimento do Norte, com o comum a R$ 6,71 e o S-10 a R$ 6,86.

Alagoas lidera a maior alta do país para o tipo comum, de 2,69% que fechou a R$ 6,50. O preço médio mais caro para o combustível foi identificado em Roraima, onde o litro fechou a R$ 7,74 e aumentou 0,47%. Já a redução mais expressiva, de 5,29%, foi nos postos de abastecimento do Rio Grande do Norte, que fechou a R$ 5,74. Porém, a média mais baixa foi a encontrada no Paraná, a R$ 5,50. Alagoas também registrou o aumento mais elevado no preço do diesel S-10, de 1,35%, e fechou o período com o litro a R$ 6,60. A redução mais significativa para o combustível foi a do Amapá, de 4,57%, com média de R$ 6,37. Bem como para o tipo comum, o tipo S-10 comercializado em Roraima fechou com a média mais alta do país, de R$ 7,81; e o Paraná com o preço mais barato, de R$ 5,58.

Espaço Publicitáriocnseg

Ainda segundo o IPTL, o preço médio do litro da gasolina e do etanol registrou a primeira redução do ano, referente ao período de 1º a 13 de abril. A gasolina foi comercializada a R$ 5,85 nas bombas de abastecimento do país, com recuo de 0,48%, se comparado com o fechamento de março.

Já o litro do etanol foi comercializado a R$ 4,58 no início de abril, com recuo de 0,40% ante março.

Todas as regiões brasileiras registraram redução no valor da gasolina. O preço médio mais baixo para o combustível foi identificado no Sudeste, onde o valor fechou a R$ 5,60, com recuo de 0,53%, em relação a março. A baixa mais expressiva foi na Região Sul, de 0,81%, que passou de R$ 5,65 para R$ 5,60.

Já o etanol mais barato do país foi comercializado nas bombas do Centro-Oeste, a R$ 4,08. Porém, foi no Nordeste que ele apresentou a baixa mais expressiva, de 0,89%, com o litro que saiu de R$ 4,61 para R$ 4,57. Apenas a Região Norte registrou alta no preço médio do etanol, de 0,72% em relação a março, e fechou o período a R$ 5,04, preço médio mais caro do país para o combustível.

Na análise por estado, a Paraíba apresentou a média mais baixa para a gasolina, de R$ 5,42 e Roraima a mais alta, de R$ 6,61. A redução mais expressiva para o combustível, de 1,89%, foi identificada no Acre, que fechou com o preço médio de R$ 6,06; e o maior acréscimo, no Alagoas, de 1,22%, ante março, que fechou com o valor a R$ 6,03.

Ao contrário da gasolina, o etanol comercializado no Acre teve o aumento mais expressivo do país, de 4,37%, que passou de R$ 4,37 para R$ 4,56. Já o Piauí concentrou a redução mais expressiva para o combustível, de 4%, que passou de R$ 4,75 para R$ 4,57. O preço médio mais alto para o etanol foi registrado no Pará, a R$ 5,30, e o mais baixo, a R$ 3,79 no Mato Grosso.

Leia também:

Gasolina, etanol e diesel caíram na última semana de março

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui