Diferença menor

A economia do Nordeste, segundo dados do Produto Interno Bruto (PIB), vem registrando crescimento maior que a economia do país, desde meados de 93. A informação é do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão do Banco do Nordeste responsável pela realização de estudos e pesquisas sobre a região. A evolução do PIB mostra que, a partir de 1997, o Nordeste vem conseguindo reduzir a desigualdade em relação ao Brasil, compensando o período de recessão vivido de 1992 a 1993, que afetou mais a economia da região do que a do país.

Furnas
O governado Itamar Franco, de Minas Gerais, debaterá com a Frente Parlamentar em Defesa do Brasil a privatização do setor elétrico brasileiro, em especial Furnas Centrais Elétricas, no próximo dia 25, quarta-feira, as 14h30, no Plenário 4 – Anexo II, da Câmara dos Deputados. O presidente da Frente Parlamentar, Vivaldo Barbosa (PDT-RJ), acredita que o debate dará uma importante contribuição na luta para impedir a entrega de mais um patrimônio do povo brasileiro.

Invasão
O Canadá não é só a Bombardier. A empresa Quebecor está adquirindo 75% do capital da gráfica do Grupo Melhoramentos, que foi fundada há mais de 100 anos em São Paulo. Com 160 indústrias e um faturamento de US$ 9,6 bilhões em 2000, o grupo canadense é um dos maiores conglomerados gráficos do mundo. Ao chegar ao país no ano passado, montou uma gráfica de 16 mil metros quadrados em Recife (PE), onde são impressas todas as revistas da Abril no Nordeste e as listas telefônicas da Listel. A Quebecor prepara-se agora para adquirir outra gráfica na região Sul do país, depois de negociar também a opção de compra de 51% da gráfica da Ediouro, no Rio. Suas atividades se estendem ainda aos segmentos de jornais, livros e revistas, lojas de música, internet, televisão e TV a cabo. Ao todo o grupo teve receita de US$ 10,9 bilhões em 2000.

Caridoso
Ao receber o prêmio de Executivo Internacional do Ano do The Executives” Club of Chicago, o diretor executivo (CEO) e presidente da diretoria da Exxon Mobil Corporation, Lee R. Raymond, encorajou a indústria a apoiar moções para a criação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca) para que os benefícios do Nafta (que inclui EUA, México e Canadá) “sejam levados a um grupo maior de nações e povos”. Raymond falou sobre a importância e o valor dos investimentos internacionais enfatizando o significado das atividades socialmente benéficas executadas pela indústria petrolífera em suas operações em todo mundo. Com certeza, erraram o prêmio. Raymond merecia o Troféu Madre Tereza de Calcutá.

“Famiglia”
O sítio oficial na Internet da Cúpula das Américas, que se realiza neste fim de semana no Canadá, apresenta o encontro como uma oportunidade para o hemisfério estender as fronteiras da “nossa grande família”, definida pelos autores como “uma colorida tapeçaria de culturas, valores e tradições” . Como na cultura e nos valores hegemônicos das Américas, grande família tem significado bastante associado aos valores da velha Chicago, numa tradução livre, o apelo da cúpula é pela alcaponização do continente.

Só curiosidade?
Mais uma pergunta que não quer se calar: Por que o líder do presidente FH no Senado queria conhecer os votos dos senadores em relação à cassação de Luiz Estevão?

Derrama
A coincidência entre o aumento do mar de lama no Governo FH com o feriado de Tiradentes permite ao país, pelo menos por um fim de semana, refletir sobre a tese e a antítese.

No deserto
O anúncio feito por Domingo Cavallo em Londres, de que pretende adicionar o euro ao sistema cambial argentino tão logo a moeda européia tenha seu valor igualado ao dólar teve repercussão mínima na Europa. Interessados em alavancar suas exportações, para tentar manter o tímido crescimento registrado no continente, os europeus querem distância da política fundamentalista de Cavallo de moeda artificialmente forte, o que apenas encareceria as vendas externas européias.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDebandada
Próximo artigoFora das estatísticas

Artigos Relacionados

Petroleiras ganham dinheiro no mercado, não com produção

Desde a década de 1980, companhias viraram empresas financeiras.

‘EUA do Mar’ seria considerado crime de lesa-pátria

Na terra de Biden, entregar navegação a estrangeiros é impensável.

Governo Bolsonaro não dá a mínima para a indústria

País perde empregos de qualidade e prejudica desenvolvimento.

Últimas Notícias

Lendas das small caps – market timing, recuperação e liquidez

O Monitor Mercantil publica a segunda parte do trabalho, iniciado no dia 18 de novembro, feito pela Trígono Capital sobre as sete lendas das...

Pesquisa mostra saúde financeira dos brasileiros

O brasileiro está “mais apertado” por conta da pandemia de Covid-19, com 6 em cada 10 pessoas reduzindo gastos neste período. E mais: 66%...

Recorde de retiradas líquidas da poupança: R$ 12,37 bi

O Banco Central (BC) informou, nesta segunda-feira, que as retiradas da caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 12,377 bilhões, em novembro. Essa...

Petrobras poderá se tornar uma empresa suja

A Petrobras anunciou no último dia 24 de novembro seu plano estratégico 2022-2026, com investimentos previstos de US$ 68 bilhões nos próximos 5 anos....

Empresas abertas na pandemia são 452% mais vulneráveis a fraudes

Com a chegada da pandemia e o aumento do desemprego, muitos brasileiros viram no empreendedorismo a oportunidade de conseguir uma renda mensal. A criação...