Disputa elétrica

Esquenta a briga entre as estatais de energia elétrica, o Ministério de Minas e Energia e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Em reunião esta semana com o presidente da Eletrobrás, Aloisio Vasconcelos, os empregados da estatal reclamaram que a EPE está colhendo os frutos dos trabalhos realizados pela Eletrobrás, sem pagar por isso.
A EPE não tem quadro de pessoal, o que só ocorrerá após concurso público, ainda não marcado. Enquanto isso, para realizar seu trabalho – teoricamente, planejar o setor energético brasileiro – recorre aos trabalhadores da Eletrobrás, Petrobras e outras estatais. Funcionários das empresas querem que a EPE pague pelas informações, atualmente liberadas de graça.
Ao mesmo tempo, o ministério montou uma estrutura paralela e está competindo com a EPE. No fundo, uma disputa sobre quem irá mandar no setor de energia – especialmente elétrica. Ou, do jeito que vai a carruagem, quem vai comandar o espetáculo do apagão em 2007-2008.
Mais Fatos & Comentários na página 2

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDigital
Próximo artigoVocabulário

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais