Distribuição de lucro do FGTS pode chegar a R$ 8,23 bi

Rendimento supera aplicações de renda fixa.

Se o Ministério da Economia fizer como em 2019, quando distribuiu 100% do lucro do FGTS obtido em 2018, os trabalhadores com carteira assinada terão direito a R$ 8,23 bilhões a mais em suas contas. No ano passado, porém, o percentual diminuiu e foram distribuídos somente 66% do lucro.

O Conselho Curador do FGTS, formado pelos empresários, trabalhadores e governo, tem até 31 de agosto para decidir qual o percentual a ser distribuído.

“Quando o resultado total do lucro não vai para a conta do trabalhador, passa a ser patrimônio líquido do Fundo de Garantia, mas numa época de alto índice de desemprego e com previsões nada otimistas de recuperação da economia, é sempre bom o trabalhador poder contar um recurso extra em sua conta do FGTS”, diz Clóvis Scherer, economista do Dieese, que assessora a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

“Os juros recebidos pelos empréstimos, menos as despesas, são os resultados que podem ser distribuídos ao trabalhador. As habitações de programas populares com valores baixos não trazem lucros, por serem empréstimos com juros abaixo do mercado financeiro”, explica o economista.

A distribuição teve início em 2017, referente ao lucro obtido em 2016. Foi distribuído metade do resultado. Com isso, o FGTS, que sempre teve rendimento baixo, alcançou uma remuneração de 5,11% mais 1,93% da distribuição. Em 2018 também foram distribuídos 50% dos lucros do ano anterior, o que representou R$ 6,23 bilhões. Com isso o trabalhador recebeu 3,8% de remuneração e mais 1,72% de distribuição.

Em 2019, foram R$ 12,2 bilhões, 100% do lucro obtido em 2018. Com a taxa de referência (TR) zerada, a remuneração foi menor, de 3%, mas atingiu o total de 6,18% com o reparte do resultado, mais do que a poupança, por exemplo, que rendeu 4,55%, e que o CDB.

No ano passado, houve a distribuição de 66% do lucro, resultando em R$ 7,5 bilhões a mais nas contas dos trabalhadores. O rendimento total ficou em 4,9%.

“Diante da crise, o resultado de R$ 8,23 bilhões ficou acima 17,6% da expectativa que a Caixa projetava, de lucro de R$ 7 bilhões. Foi menor do que o ano passado, mas foi um bom resultado para 2020”, diz Scherer.

Leia mais:

Orçamento: Receita de R$ 4,3 tri e R$ 2,5 tri para refinanciar dívidas

Páscoa de 2021 deve ter retração das vendas no varejo

Oito em 10 empresas de construção estão desabastecidas de aço

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais

Feninfra questiona no STF a implantação do Código 303

Feninfra: medida vai afetar também as empresas que estão fora da fiscalização da Anatel.

Enel pode sofrer CPI por péssimos serviços prestados

Empresários criticam desde a oscilação de tensão até a falta de poda de árvores.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais