Divida tributária revertida em cirurgias gratuitas

Projeto permite moratória e parcelamento da dívida.

Com uma dívida de R$ 70 bilhões com a União, o setor hospitalar privado torce para que o Projeto de Lei 5413/19, que cria o programa de recuperação dos estabelecimentos de saúde, seja sancionado. O projeto concede moratória de um ano, parcelamento da dívida, mas a contrapartida é que os hospitais ofereçam atendimento gratuito a pacientes do SUS.

 

Documentário

A jornalista Tania Malheiros lança seu primeiro documentário, durante a Festa Literária de Santa Maria Madalena, no dia 28 pelo YouTube da Flim. Clube de Poesias, que contou com a participação de Maira Santafé, retrata o trabalho da professora Neusa Peçanha, que através da poesia estimulou e recuperou alunos.

 

Data Nacional do Uruguai

Em comemoração ao 196º aniversário da Independência do Uruguai, a cônsul-geral Maria Noel Reyes, do Rio de Janeiro, enviou uma cesta com produtos uruguaios. Uma forma criativa de comemorar um passeio pelos “sentidos” daquele país, como diz o folheto que acompanha a gentileza.

 

Luxo inusitado

Com diárias variando entre R$ 2.500 e R$ 25 mil, o hotel Azulik, em Tulum, a 130km de Cancún, oferece uma experiência diferente em seus 48 quartos: não há luz elétrica, televisão ou ar-condicionado. Com uma decoração única e uma filosofia de proximidade com a natureza, só recebe adultos, sendo que nos apartamentos não há chuveiro, mas uma banheira onde o hóspede toma banho de cuia.

 

Rio pede socorro

Apesar da alta da Covid-19 no Rio, as praias continuam lotadas, sem nenhum distanciamento e fiscalização. Fico perplexo com a falta de gestão da pandemia.

 

Curso de História da Pintura

O professor Paulo Sergio Alves ministra curso gratuito no YouTube sobre História da Pintura, às quintas-feiras, a partir da próxima semana, sempre às 16 horas. Ele trará um grande diferencial, pois vai fazer uma conexão entre o pintor, a obra e seu contexto politico.

 

Pensamento da semana

Cada um de nós deveria acordar diariamente e buscar uma razão ou várias para viver. Encontrar compromissos com a vida, com o outro, em suma com a Humanidade, não podem passar desapercebidos. Somos feitos de uma terra misturada com água e açúcares que precisa ser cultivada interiormente para brotar. Não nascemos prontos, nem pré destinados, nem com obediência cega a nada, nem a ninguém. Somos livres, não somos juízes da vida alheia, nem temos condições de entender sempre as amarguras e tristezas que construíram nosso afeto. Nossa busca é incessante, preocupante e advinda de muita ternura que se instalou em nossos corações e precisa ser extravasada. Somos frutos de escolhas movidas por caminhos escuros e iluminados. Temos ânsia de sermos eternamente reflexivos, mas nosso silêncio dimensional procura um cantar e pintar desconexos da realidade. Aquela dura, mas real, que nos afeta com um abraço de tranquilidade para crescer, digo, evoluir ou caminhar, na solidão de um profundo ressurgir, sincero e verdadeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Interlagos vai sediar feira de motos e carros

Eventos priorizam testes para clientes e potenciais compradores.

Romênia e Moldávia: duas faces de uma mesma moeda?

Em alguns aspectos as duas produções se assemelham e, em outros, apresentam diferenças que poderiam até se complementar.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais