Dois deputados despontam como favoritos para presidência da Alerj

Em comum, são da base do atual governador.

Jair Bittencourt e Rodrigo Bacellar

Ainda faltam seis meses para a posse dos deputados que serão eleitos em outubro, mas nos bastidores da Alerj já há dois nomes cotados para assumir a presidência da Casa em janeiro do ano que vem. Os deputados Rodrigo Bacellar (PL) e o atual primeiro vice-presidente da Casa, Jair Bittencourt (PTB). Mas não pense que há um duelo entre os dois pelo cargo, pelo contrário. Os dois trabalham juntos em algumas questões, como no projeto de lei, sancionado pelo governador Cláudio Castro (PL), que garante a correção anual dos valores do auxílio-transporte dos profissionais da Educação da Uenf.

 

Recesso deixa deputados livres para pré-campanha

Com o início do recesso parlamentar do meio do ano na Alerj, os deputados vão se dedicar mais à pré-campanha eleitoral. Grande parte deles busca a reeleição, e o presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT), vai disputar a vaga ao Senado, com o apoio de Lula, pré-candidato do PT à Presidência.

 

Só um representante da família Reis

Com a indicação do ex-prefeito de Duque de Caxias Washington Reis (MDB) para a vaga de vice na chapa do governador Cláudio Castro (PL), restou ao irmão dele, o deputado Rosenverg Reis (MDB), disputar a reeleição na Alerj. Rosenverg tentou se eleger para uma vaga no Tribunal de Contas do Estado, mas perdeu para Márcio Pacheco.

Lucinha (foto Alerj)
Deputada Lucinha (foto Alerj)

A volta do Expresso de Santa Cruz

A deputada Lucinha quer embarcar na viagem que reinaugura a linha expressa do ramal de Santa Cruz da SuperVia, programada para a próxima segunda-feira. Presidente da CPI dos Trens, Lucinha espera faturar politicamente a vitória da comissão, que pressionou a SuperVia para a volta dos expressos. Um problema que a CPI não conseguiu resolver foi a segurança. Pelo menos 12 estações da SuperVia estão sob o controle de traficantes.

 

Uso do celular para alertas

As operadoras de telefonia móvel devem transmitir gratuitamente alerta à população sobre risco de desastres naturais no Estado do Rio de Janeiro. É o que determina a Lei 9740/2022, de autoria da deputada estadual Célia Jordão (PL), sancionada pelo governador Cláudio Castro (PL). As operadoras terão 180 dias para adequação à tecnologia necessária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVários tons de verde
Próximo artigoVergonha

Artigos Relacionados

Alerj discute tombamento do Engenhão

Projeto impedirá demolição ou fim da pista de atletismo.

Ensino superior em Portugal sobrevive graças aos alunos estrangeiros

Valor pago pode ser 5x maior que por nacionais.

Construção da P-80 ‘exporta’ 395 mil empregos

Candidatos defendem volta do conteúdo local e fazer reparos de embarcações no Rio.

Últimas Notícias

Vale testa caminhões de 72 toneladas 100% elétricos

Veículos serão usados nas operações da mineradora em Minas Gerais e da Indonésia

Xangai quer estimular mais o consumo

Será a primeira emissão de cupons eletrônicos para estimular o consumo

Pequenos incidentes cibernéticos podem iniciar grandes problemas

Alerta é do coordenador do Grupo Consultivo de Cibersegurança da Anbima

Rio Grande do Sul publica edital de concessão do Cais Mauá

Prevê revitalizar um dos principais patrimônios da cidade por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP)

Rio pode ter fomento de áreas produtoras de petróleo

Norma estabelece que o governo do estado desenvolva políticas de apoio e parceria.